segunda-feira, 6 de julho de 2020

CRISE NO GRUPO LEITOA: Não convidem para o mesmo “banquete” o vereador Uilma Resende e o ex-secretário de Esportes Lucélio Mendes

Vereador Uilma Resende e o ex-secretário de Esportes, Lucélio Mendes 

Uma suposta disputa interna de redutos eleitorais dentro da própria base do Governo Luciano Leitoa está causando descontentamento em importante aliado de primeira hora. Em razão disso, por questão de segurança, não convidem para o mesmo “banquete” o ex-presidente da Câmara Municipal de Timon, vereador Uilma Resende (PDT) e o ex-secretário Municipal de Esportes, Juventude e Lazer – SEMEJ, Lucélio Mendes (PCdoB), afim de que seja evitado um duelo à base de garfadas.  

Como se sabe, Uilma Resende é peladeiro com bastante intensidade na prática do futebol amador, assim como Lucélio Mendes tem forte influência no meio por ter ocupado a pasta do esporte ao longo mais de sete anos.  E Uilma nas quatro vezes em que disputou eleições sempre obteve votos razoáveis nessa área. Moral da história: Até aí, tudo bem, se não fosse a perda de seus cabos eleitorais para o ex-secretário Lucélio Mendes que vem demonstrando força na conquista de lideranças comunitárias envolvidas com o esporte e eram eleitores declarados de Resende.

Conforme apurou o blogdoademarsousa.com.br, com base em relatos de fontes ligadas à base governista municipal, o vereador Uilma Resende anda zangado com essas investidas contra o seu quinhão de eleitores. Há quem diga que ele desconfia do aval silencioso do prefeito Luciano Leitoa (PSB) em relação as articulações. Afinal de contas, a invenção da pré-candidatura de Lucélio Mendes é da cota de Leitoa. Pelo fato de ser agora do PCdoB, Mendes não contribui na forma de ajudar Uilma na soma de votos, já que é de outro partido, o PDT. Daí, lascou!

O vereador Uilma Resende era entusiasta e defensor desde os primeiros momentos da pré-candidatura do deputado estadual Rafael Leitoa (PDT) que foi defenestrado pelo prefeito Luciano Leitoa na disputa de sua sucessão na Prefeitura de Timon. Diante disso, Uilma estaria sofrendo retaliações. Será?

O blog apurou mais detalhes deste caso envolvendo Uilma Resende e Lucélio Mendes e fará novas postagens. Agora, no tocante aos motivos que levaram o prefeito Luciano Leitoa a não escolher o deputado estadual Rafael Leitoa como pré-candidato a prefeito do grupo Leitoa é uma história que renderá novos capítulos e o blog já descobriu a razão de tal decisão em desfavor do primo e relatará aqui oportunamente doa a quem doer.

domingo, 5 de julho de 2020

Deputado federal Assis Carvalho (PT-PI) morre após sofrer infarto em Oeiras

A assessoria do parlamentar informou que ele estava em casa quando passou mal

Por Maria Romero, G1 PI


Deputado federal Assis Carvalho (PT-PI) — Foto: Divulgação/Câmara dos Deputados

O deputado federal Assis Carvalho (PT-PI) morreu após sofrer um infarto neste domingo (5), na cidade de Oeiras, a 290 km de Teresina. A informação foi confirmada por sua assessoria.

De acordo com a assessoria, ele estava em casa, na cidade de Oeiras, de onde é natural, quando sofreu o infarto. Ele seria transferido para Teresina, mas acabou falecendo em sua cidade natal. Ainda não há informações sobre velório ou sepultamento.

O governo do estado declarou luto oficial de três dias, no Piauí, pelo falecimento do deputado.

O Governo do Estado do Piauí manifesta profundo pesar pelo falecimento do deputado federal Francisco de Assis Carvalho Gonçalves, ocorrido na tarde deste domingo (5).

Assis Carvalho foi também deputado estadual, presidente da Agespisa, diretor geral do Detran e secretário de Estado da Saúde. Atuante no movimento sindicalista, filiou-se ao Partido dos Trabalhadores e era uma das principais lideranças da legenda no Piauí e atual presidente do diretório estadual.

Neste momento de dor, em nome dos piauienses, o governador Wellington Dias se solidariza com os familiares e amigos de Assis Carvalho e decreta luto oficial de três dias.

Amigo pessoal do deputado, o governador Wellington Dias (PT) publicou em suas redes sociais uma mensagem ao deputado: 

O prefeito de Teresina, Firmino Filho (PSDB), também declarou luto de três dias na cidade:

Lamento muito a morte repentina do deputado Assis Carvalho. Num momento em que precisamos ainda mais dos que amam e defendem os interesses do nosso Estado, perder um deputado que sempre levantou a nossa bandeira é uma perda muito significativa. Que Deus console a família e os amigos. Que a gente saiba valorizar quem sempre esteve ao lado do Piauí. Em homenagem ao trabalho prestado à Teresina, decretamos luto por três dias na cidade.

A Assembleia Legislativa do Piauí, onde o deputado cumpriu um mandato, também declarou luto oficial por três dias.

A Assembleia Legislativa do Estado do Piauí, deputados e servidores, lamentam, com profundo pesar, o falecimento do deputado federal e ex-deputado estadual Assis Carvalho, ocorrido na tarde deste domingo (5), em Oeiras, sua terra natal.

Formando em Letras pela Universidade Federal do Piauí, Assis Carvalho alcançou destaque na política piauiense por sua atuação junto à classe trabalhadora, construindo a trajetória no Partido dos Trabalhadores e chegando a ser o deputado estadual mais votado em 2010.

Neste momento de pesar, a Assembleia Legislativa do Estado do Piauí se solidariza com a família e aos amigos de Assis Carvalho, declarando luto oficial de três dias.

Themistocles Filho - Presidente da Assembleia Legislativa do Piauí

A Universidade Estadual do Piauí, onde o deputado se graduou, também se manifestou por meio de nota. Leia:

Nota de Pesar

Administração Superior da Universidade Federal do Piauí lamenta o falecimento do Deputado Federal Assis Carvalho (PT).

A UFPI é grata por todas as vezes em que solicitou, e recebeu, de Assis Carvalho, emendas aplicadas na instituição e pela sua luta em defesa de uma universidade pública gratuita e de qualidade, na Frente Parlamentar Mista pela Educação.

Neste momento de dor, nos solidarizamos com seus familiares e amigos, ratificando nosso voto de pesar pela grande perda e nossos agradecimentos à dedicação e trabalho prestados ao Piauí.

Histórico

O deputado tinha 59 anos e era formado em Letras-Português pela Universidade Federal do Piauí. Chegou a trabalhar como bancário, quando iniciou em movimentos populares pelos direitos dos trabalhadores.

Foi eleito deputado federal três vezes (2010, 2014 e 2018) e deputado estadual uma vez (2006). Foi também secretário de Ssaúde do Piauí, diretor do Detran e presidente da Agespisa.



sexta-feira, 3 de julho de 2020

Tenente da PM-PI morre aos 70 anos com coronavírus; 10º policial militar vítima


Tenente da Polícia Militar do Piauí, Joaquim Ferreira Neto, de 70 anos, estava há quase 20 anos na reserva. Ele estava internado e não resistiu a uma parada cardíaca.

Por Andrê Nascimento, G1 PI — Teresina


Quartel do Comando Geral da Polícia Militar do Piauí — Foto: Andrê Nascimento/ G1 PI

O tenente da Polícia Militar do Piauí Joaquim Ferreira Neto, de 70 anos, faleceu vítima de Covid-19. O falecimento aconteceu na última terça-feira (30), mas foi divulgado pela família apenas nesta quinta-feira (2).

O tenente Joaquim estava há quase 20 anos na reserva. Por isso, o policial não foi atendido no Hospital da Polícia Militar, e enfrentou a doença em um hospital particular de Teresina. Ele estava internado e não resistiu a uma parada cardíaca.

Com a morte do tenente, somam dez os policiais militares do Piauí que morreram vítima da doença causada pelo coronavírus: seis deles da reserva e quatro na ativa. Ele foi o quarto PM a falecer em menos de uma semana.

Decretos determinam distanciamento social

Para evitar a contaminação pelo vírus, o isolamento social e medidas emergenciais foram determinadas por meio de decretos do governo do estado e das prefeituras, como na capital piauiense, para que a população fique em casa e evite ao máximo ir às ruas. Aulas em escolas e universidades, a maioria das atividades comerciais, esportivas e de serviços em geral estão suspensas por tempo indeterminado.

Serviços essenciais como farmácias, postos de combustíveis e supermercados continuam mantidos mas estão regulamentados. O atendimento em clínicas, hospitais e laboratórios, assim como o funcionamento de escritórios de advocacia e contábeis também foram liberados mediante cumprimento de regras.

O uso de máscaras em locais públicos tornou-se obrigatório em todo o estado. Policiais fazem abordagens nas fronteiras do estado a ônibus e veículos particulares. Os decretos preveem que quem descumprir as regras pode ser penalizado com multa ou até prisão.

Prevenção, contágio e sintomas

Lavar as mãos de forma correta (veja vídeo), uso de álcool em gel, sempre usar máscaras, evitar contato pessoal e aglomerações de pessoas são algumas das orientações para evitar o contágio da doença.


É importante também ficar atento quanto aos principais sintomas (tosse seca, congestão nasal, dores no corpo, diarreia, inflamação na garganta e, nos casos mais graves, febre acima de 37° C e dificuldade para respirar). Um guia ilustrado preparado pelo G1 ajuda a tirar dúvidas.


quinta-feira, 2 de julho de 2020

Caixa inclui custos de cartório no financiamento da casa própria

Imagem: Reprodução/Internet

A Caixa anunciou nesta quinta (2) novas medidas para a compra da casa própria. Entre as novidades está a inclusão dos custos dos cartórios e ITBI, que é o imposto pago na prefeitura para transferência do imóvel, a escritura e registro do imóvel no cartório de registro civil.

A escolha já pode ser feita a partir de hoje. Em média, o valor do ITBI pode chegar a 5% do valor total do imóvel. O banco estima uma economia de R$ 2,5 bilhões para os novos compradores.

A partir de segunda-feira (13), o registro de imóvel será feito de forma eletrônica por 1.356 cartórios em 14 estados, evitando a ida das partes interessadas aos locais.

Para as empresas de construção civil também foram anunciadas medidas de alívio, como a utilização de recursos de repasses no pagamento de encargos dos empreendimentos, a flexibilização de exigências e de comercialização.

De acordo com a Caixa, em 2020, 813 mil famílias conseguiram o financiamento pelo banco, com mais de 2.000 contratos assinados por dia. Só em junho, o melhor mês do ano, foram R$ 11,1 bilhões de contratos para 55 mil famílias.

Pausa nas prestações

Para tentar amenizar o impacto financeiro da crise provocada pela pandemia do novo coronavírus, a Caixa oferece ao cliente adiar por até quatro meses (120 dias) as prestações do financiamento habitacional. Até o momento, segundo o banco, 2,4 milhões de pessoas pediram essa pausa, pelo APP Habitação ou o 0800-7260505.

Ao fim do período de pausa nos pagamentos, os encargos serão incorporados ao saldo devedor do contrato. Com isso, o valor que não foi pago neste período será diluído no prazo final do financiamento, gerando uma nova parcela de prestação, de acordo com as condições do contrato original, não havendo alteração da taxa de juros, de acordo com o banco estatal.

O prazo de 6 meses de carência nas prestações de novos contratos habitacionais, anunciado em abril pela Caixa, já atendeu 26 mil clientes até o momento. A medida, que beneficia pessoas físicas, permite que a primeira prestação seja paga após seis meses do contrato.
  
Fonte: Folhapress


quarta-feira, 1 de julho de 2020

Agora é fato: Rafael Leitoa vai ter que "engolir seco" a pré-candidatura de Dinair Veloso

Luciano Leitoa, Rafael Leitoa e Dinair Veloso 

A situação lembra mesmo trecho da música “Não tem jeito que dê jeito”, do saudoso músico e cantor maranhense Raimundo Soldado. Agora é fato e pura desilusão. Com desejo no corpo todo para ser o pré-candidato à sucessão do prefeito Luciano Leitoa (PSB), o deputado estadual Rafael Leitoa (PDT) teve que "engolir seco" a decisão do seu primo que já anunciou tanto internamente como oficialmente a pré-candidatura da ex-secretária Municipal de Educação, professora Dinair Veloso, que visa sentar na cadeira do chefe do Poder Executivo.

Mesmo com a expectativa de anúncio da professora Dinair Veloso, alguns seguidores apaixonados por Rafael Leitoa ainda sonhavam que Luciano poderia reavaliar e mudar de ideia na indicação do parlamentar. Ledo engano. Acabou a pouca esperança que ainda restava. Porém, tudo começou em 2018, quando Luciano Leitoa no comício de encerramento da campanha eleitoral de reeleição do governador Flávio Dino, em Timon, convidou Dinair Veloso para fazer um discurso naquela ocasião. Ali já deu a senha. E desde o começo dessa pré-campanha eleitoral o prefeito sempre evitou mencionar Rafael Leitoa como indicado na sua eventual substituição.

Antes, Rafael Leitoa achava também que contava com o amplo apoio do seu tio, o engenheiro civil e ex-prefeito Chico Leitoa. Mas, ambos foram derrotados na pretensão pelo prefeito Luciano Leitoa no tocante a indicação do nome que representa o grupo Leitoa.

Assim, o prefeito Luciano Leitoa mais uma vez dispensou o deputado Rafael Leitoa nesta quarta-feira (01/07), durante entrevista na TV Meio Norte, de Teresina, chegando a confirmar Dinair Veloso como pré-candidata a prefeita da base governista municipal.

Recentemente, segundo fontes, Dinair Veloso teria dito a pessoas próximas que não tinha o desejo de ser indicada para tal missão árdua.  E até chegou a manifestar a vontade de desistir. Só que o sobrinho Luciano Leitoa não aceitou isso.

O blogdoademarsousa.com.br, apurou junto aos militantes que pela primeira vez em quase 40 anos de participação política, o grupo Leitoa vai para uma campanha eleitoral apresentando uma indicação que não tem a simpatia, ou seja, a unanimidade da maioria dos seguidores. Quer dizer, boa parte razoável dos aliados está disposta a ir junto na campanha eleitoral, mesmo sem o desejo de ter a professora Dinair Veloso como pré-candidata oficial do grupo Leitoa. Nada contra a professora Dinair. Na verdade, esses aliados queriam Rafael Leitoa na cabeça de chapa de qualquer forma. Querer não é poder.

Câmara de Timon aprova projeto de lei de combate à violência contra a mulher



Na sessão plenária da Câmara Municipal de Timon desta quarta-feira, 01, os parlamentares votaram e aprovaram o Projeto de Lei Nº 027/2020, de autoria do vereador Felipe Andrade, que trata do combate à violência contra a mulher. O Projeto dispõe sobre a implantação de protocolos de prevenção aos casos de violência doméstica contra mulheres e crianças durante o estado de calamidade em decreto, em razão da pandemia do novo coronavírus.
                                                      
No mesmo sentido do projeto de lei do vereador Felipe Andrade, também de prevenção aos casos de violência contra a mulher, foi aprovada uma indicação da vereadora professora Cláudia Regina. A vereadora propôs, através de uma indicação, que a prefeitura de Timon, por meio da Coordenação Municipal de Defesa dos Direitos da Mulher de Timon (CODIM) em parceira com as Secretaria Municipais de Desenvolvimento Social (SEMDES), Secretaria Municipal de Saúde (SEMS), e Secretaria Municipal de Segurança Pública, além dos órgãos e instituições, faça adesão à campanha “Sinal Vermelho contra a Violência Doméstica”, cujo objetivo é disponibilizar às mulheres vítimas de violência doméstica e familiar, especialmente durante o período de isolamento social em meio pandemia da COVID-19, mais um meio de denunciar seus agressores.

O vereador Helber Guimarães, presidente da Casa, apresentou um requerimento para que o Poder Executivo Municipal, através do Departamento Municipal de Iluminação Pública (DEMIP), realize a manutenção dos postes da Avenida Piauí com início na Ponte Metálica em toda sua extensão. A vereadora professora Socorro Waquim apresentou emenda para que seja incluído também a manutenção da iluminação dos seguintes trechos: da MA-040 até a entrada do conjunto Miguel Arraes e também da iluminação da Ponte da Amizade.

O vereador Uilma Resende apresentou requerimento para que a prefeitura de Timon, por meio da Secretaria Municipal de Obras e Infraestrutura e o Departamento Municipal de Trânsito (DMTRANS), realize a instalação de placas de sinalização na Avenida Piauí, que informe a presença de pedestres e ciclistas na área, em especial no trecho do prolongamento da avenida.

Os vereadores também apresentaram dois pedidos de providências, um apresentado pelo vereador Drº Tuá e outro pelo vereador Felipe Andrade. O vereador Drº Tuá solicita providências para que a prefeitura de Timon, por meio da Secretaria Municipal de Obras e Infraestrutura, realize a pavimentação poliédrica da rua 01 entre a rua 25 e a avenida Perimetral, no bairro Vila Monteiro.

Já o pedido do vereador Felipe Andrade solicitou providências do poder executivo municipal, por meio da Secretaria Municipal de Obras e Infraestrutura, para que realize a recuperação poliédrica da rua 09, do bairro Baixa do coco.


terça-feira, 30 de junho de 2020

Maia diz que proposta do adiamento das eleições pode ser votada nesta quarta

Presidente da Câmara defende mais uma vez a unificação dos programas sociais para a criação de uma renda mínima permanente

Presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM/RJ) 

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou que a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 18/20, que prevê o adiamento das eleições municipais de outubro para os dias 15 e 29 de novembro, poderá ser votada nesta quarta-feira (1º). Segundo ele, o diálogo sobre a proposta está bem encaminhado com os líderes.

Maia afirmou ainda que não há nenhuma negociação para vincular a votação do texto sobre o adiamento das eleições e a MP 938/20, que cria auxílio financeiro de R$ 16 bilhões para estados e municípios. “Acho um erro juntar uma coisa à outra, e só não foi votada porque havia outros projetos na frente”, disse o presidente.

Auxílio emergencial

Rodrigo Maia participou da solenidade no Palácio do Planalto que prorrogou por mais dois meses o auxílio emergencial de R$ 600 pagos a trabalhadores informais e outras categorias que ficaram sem renda em razão da pandemia. Ele elogiou a decisão do governo e ressaltou que a proposta nasceu de uma iniciativa do Parlamento. Segundo Maia, pela lei, era a única forma possível de o Executivo prorrogar o auxílio.

O presidente da Câmara defendeu mais uma vez a unificação de todos os programas sociais existentes para a criação de uma renda mínima permanente. Na avaliação de Maia, é preciso garantir mobilidade social às famílias. Ele destacou que, com a prorrogação por mais dois meses do auxílio emergencial, o governo tem 60 dias para dialogar com o Parlamento e propor um programa de renda permanente.

“O desafio é muito grande, por isso fui ao Palácio: a renovação dos R$ 600 é fundamental, por ratificar o que o Congresso Nacional fez a partir do projeto do deputado Eduardo Barbosa (PSDB-MG)”, afirmou.

“Temos que botar na mesa não só os economistas, mas os profissionais da assistência social, para construir um texto junto com o Parlamento para o momento pós-pandemia, com atenção aos milhões de brasileiros”, defendeu.

Maia lembrou a criação da Lei Orgânica de Assistência Social no governo Itamar Franco, dos programas sociais e do cadastro único no governo Fernando Henrique Cardoso e da unificação dos programas sociais no governo Lula, com o Bolsa Família. Segundo ele, a pandemia exige o diálogo permanente entre o Parlamento e o governo para um texto que alcance os brasileiros impactados com a crise econômica.

Fonte: Agência Câmara de Notícias


Luciano Leitoa endurece medidas contra a Covid-19 e Timon terá lockdown de 4 dias nesta semana



Dados do último boletim epidemiológico apontam que Timon registrou dois mil e vinte e cinco casos confirmados de Covid-19 e mais duas mortes em 24 horas, totalizando sessenta e quatro óbitos na cidade, provocados pelo vírus. O Maranhão é o quinto estado com mais casos da doença no país. O atual cenário da pandemia no Estado, sobretudo, em Timon, vem causando muita preocupação, devido à perspectiva de epicentro do novo coronavírus está se formando nesta região Leste, havendo uma visível interiorização dos casos graves da doença.

Visando evitar a ascendência da curva de contaminação, em decorrência da infecção provocada pelo novo coronavírus, o prefeito Luciano Leitoa assinou o Decreto de Nº0155, de 29 de junho, de 2020, nesta segunda-feira (29), que dispõe sobre as medidas mais rígidas de isolamento social a serem adotadas no município, durante os dias 02, 03, 04 e 05 de julho, de 2020. Sendo assim, as atividades essenciais, somente, estão autorizadas a funcionar nos dias estabelecidos em decreto.

“Nossa taxa de isolamento social ainda está muito longe do que é recomendado, para podermos reabrir comércio e outras atividades. O retorno precisa ser feito com segurança. Neste fim de semana, a Prefeitura de Teresina fechou as principais atividades e a medida deverá acontecer também nesta semana, sendo assim, as medidas entrarão em vigor nas duas cidades. Estamos obedecendo também a uma recomendação do Ministério Público, para que os atos restritivos aconteçam por igual. O esforço precisa ser coletivo, de toda a população”, reforça o prefeito Luciano Leitoa.

Nos dias 02 e 03 de julho, de 2020, terão autorização para funcionar:

Mercados, supermercados, hipermercados e congêneres, padarias, borracharias, serviços bancários exclusivamente para pagamento de auxílio emergencial e benefícios sociais e autoatendimento, casas lotéricas, oficinas, para serviços de manutenção e conserto de veículos, farmácias e drogarias, serviços de saúde, atividades de distribuição e comercialização de combustíveis, biocombustíveis, gás liquefeito de petróleo e demais derivados de petróleo, serviços de delivery, serviços de segurança e vigilância, serviços de transporte de cargas, órgãos e profissionais de comunicação, comércio de materiais de construção, ferragens, ferramentas, material elétrico, cimento, tintas, vernizes e materiais para pintura, mármores, granitos e pedras de revestimento, vidros, espelhos e vitrais, madeira e artefatos, materiais hidráulicos, cal, areia, pedra britada, tijolos e telhas.

Já nos dias 04 e 05 de julho, de 2020, terão autorização para funcionar apenas:

Farmácias e drogarias, serviços de saúde, serviços de segurança e vigilância, serviços de delivery exclusivamente para alimentação, órgãos e profissionais de comunicação, os demais seguimentos deverão permanecer fechados.

Os serviços públicos essenciais deverão funcionar, nos dias 02,03, 04 e 05 de julho, de 2020, mediante o cumprimento do protocolo sanitário com vistas a conter a disseminação do novo coronavírus.

A fiscalização das medidas determinadas no decreto será exercida pela Vigilância Sanitária Municipal, em articulação com os serviços de vigilância sanitária federal e estadual, e com o apoio da Guarda Civil Municipal, do Departamento Municipal de Trânsito - DMTRANS, da Polícia Militar, da Polícia Civil. Caso necessário, os órgãos envolvidos na fiscalização poderão solicitar apoio da Polícia Rodoviária Federal. O Decreto Nº0155, de 29 de junho, de 2020, entra em vigor a partir da data de publicação.

 (Com informações da CGCom)