sábado, 22 de janeiro de 2022

PDT lança Ciro Gomes como pré-candidato à Presidência da República

O pré-candidato voltou a afirmar que acabará com o teto de gastos se for eleito e que taxará grandes fortunas 

Foto: Reprodução/YouTube

O ex-ministro Ciro Gomes (PDT) lançou sua pré-candidatura à Presidência da República nesta sexta-feira (21), em Brasília, disparando críticas aos três principais adversários na disputa: o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), o presidente Jair Bolsonaro (PL) e o ex-juiz Sergio Moro (Podemos). 

Incorporando o slogan de sua campanha, Ciro apresentou-se como o nome "da rebeldia e da esperança" e elencou uma série de propostas, que vão de planos econômicos de combate à corrupção até propostas como parcelar smartphones em 36 vezes sem juros para a população mais pobre. 

"Tão pensando o quê, isso é para valer!", disse o pedetista, antes de começar a discursar. 

O recado de Ciro é direcionado a parlamentares do PDT e a setores da esquerda para os quais ele pode desistir de seguir na disputa pelo Palácio do Planalto caso não melhore nas pesquisas. 

Correligionários do pedetista, inclusive, chegaram a pressioná-lo, há cerca de dois meses, a abrir mão da candidatura caso não alcance 15% nas pesquisas eleitorais até março. 

Segundo a última pesquisa Datafolha, divulgada em dezembro, Ciro tem 7%, empatado tecnicamente no terceiro lugar com o ex-juiz Moro, com 9%. 

De acordo com o levantamento, o ex-presidente Lula lidera a corrida, com 48% dos votos, contra 22% de Bolsonaro. 

A decisão da cúpula do PDT de lançar agora o nome do pedetista também teve como objetivo marcar posição de que ele não abrirá mão da corrida. 

Antes do início da fala de Ciro, foi veiculado um vídeo de campanha acompanhado do jingle que traz as palavras do slogan do pré-candidato: "A rebeldia da esperança". 

O tema foi criado pelo marqueteiro João Santana, que participou do evento de lançamento, durante convenção do PDT. "Quero ser o presidente da rebeldia e da esperança", afirmou. 

Buscando espaço na chamada terceira via, Ciro disse que Bolsonaro é responsável por uma "política genocida", afirmou que Lula privilegiou os ricos em políticas econômicas e se referiu a Moro como "inimigo da República" e com currículo de "rosário de vergonhas". 

"Seria exagero dizer que os presidentes, apesar de diferentes em muitas coisas, foram iguaizinhos em economia, e que o modelo econômico que copiaram uns dos outros nos trouxe a este beco sem saída?", disse. 

"Seria mentira afirmar que eles, sem exceção, impuseram um tipo de governança que tem o conchavo e a corrupção como eixos? Não, não é exagero, é pura realidade." 

O pré-candidato voltou a afirmar que acabará com o teto de gastos se for eleito e que taxará grandes fortunas. 

"Este tal teto de gastos é a maior fraude já cometida contra o povo brasileiro", disse. "O orçamento da União é de R$ 4,8 trilhões. Mas só se discute e controla 1,8 trilhão, que é o dinheiro da saúde, da educação, da infraestrutura etc", afirmou. 

"Podem tremer de medo, famílias de banqueiros." 

Ciro anunciou uma série de programas que pretende lançar caso seja eleito. Além do Internet do Povo, que prevê financiar smartphones para a população mais pobre, o pré-candidato disse que vai formular um "Plano Emergencial de Pleno Emprego", para abrir 5 milhões de vagas no primeiro biênio de um eventual governo. 

O pedetista ainda anunciou as seguintes iniciativas: "Minha Escola, Meu Emprego, Meu Negócio", que vai promover estágios remunerados; construirá escolas em tempo integral; programa de reforma urbana e de regularização fundiária; e o programa Renda Mínima Universal Eduardo Suplicy, para unir o Auxílio Brasil, o Seguro Desemprego e Aposentadoria Rural. 

O pré-candidato disse que venderá o gás de cozinha pela metade do preço para famílias com renda mensal de até três salários mínimos e que o meio ambiente seria uma prioridade de seu governo. 

Ciro afirmou que está trabalhando com especialistas em um plano de enfrentamento à corrupção, que terá a ações preventiva como base. 

"Nele não haverá espaço para estrelismos e efeitos especiais, nem para espetáculos de conquista de plateias e de eleitores. Os que agem desta forma, produzem efeitos negativos para a sociedade e também para si mesmo", disse o pré-candidato, para em seguida criticar Moro, que julgou processos da Lava Jato e depois largou a magistratura para assumir o Ministério da Justiça de Bolsonaro. 

Esta é a quarta vez que Ciro se lança candidato à Presidência da República. 

A primeira vez foi em 1998. Em 2002, também foi derrotado no primeiro turno e decidiu apoiar na rodada seguinte Lula, que acabou eleito. Ciro então se tornou ministro da Integração Nacional. Em 2018, disputou mais uma vez e terminou em terceiro lugar.  (Folhapress)

sexta-feira, 21 de janeiro de 2022

Diretor do Detran-PI se reúne com representantes dos lojistas de veículos para abordar o novo sistema RENAVAM

Na pauta, foi discutida a emissão do CRLV-e, além dos serviços de transferência de propriedade e de jurisdição de veículos 

Foto: Reprodução (CCom/Detran-PI)

Na manhã desta sexta-feira (21) o Diretor Geral do DETRAN-PI, Garcias Guedes, o Diretor Técnico da ATI, Luciano, o Analista da ATI, Richarlysson, o Diretor da SEFAZ, Alan, o Analista da SEFAZ, Marcelo e os Analistas de Sistemas do DETRAN-PI, Antônio Fernando e Helielson, estiveram reunidos com representantes dos Lojistas de Veículos para tratar sobre os a emissão do CRLV-e, serviços de transferências de propriedade e de jurisdição de veículos no novo sistema RENAVAM. 

Na oportunidade, foram repassadas todas as informações e inconsistências ainda existentes, ao tempo que foi demonstrada a evolução na prestação de serviços e que os casos de transferências não concluídos estão sendo tratados pelas equipes do DETRAN e ATI, especialmente os casos no qual envolvem multas. 

O Diretor Geral do DETRAN ressaltou que a mudança sistêmica proporcionada pela ATI foi necessária e que eventuais erros e incongruências impedindo a conclusão de serviços são decorrentes da migração da base de dados de tamanha envergadura e podem ser geradas por diversos fatores que como a divergência de dados de veículos e proprietários com a base nacional, cadastros de despachantes e multas lançadas e não baixadas na base nacional. 

Frente a estes problemas, a ATI destacou que diuturnamente estão trabalhando para reduzir estes gargalos e que monitoram diariamente o funcionamento do Renavam e Renach e, diante de qualquer intercorrência, entram em ação de imediato. (CCom/Detran-PI)

quinta-feira, 20 de janeiro de 2022

Risco de desabamento: Defesa Civil interdita trecho na avenida Maranhão

“O local ficará interditado pois há risco de desabamento da pista de rolamento”, informa a Defesa Civil  

Foto: Divulgação (SEMDEF)

Com a elevação do rio Parnaíba, a correnteza levou parte de uma galeria que passa pela Avenida Maranhão, na região Centro Sul de Teresina. Por causa da erosão, a Defesa Civil Municipal interditou a área que fica em frente ao Centro Administrativo para evitar possíveis danos a pedestres e veículos que passam no local. 

“Há uma galeria embaixo e, com a correnteza do rio, está provocando a erosão da pista adentrando na calçada. O meio-fio já foi invadido e deve atingir a pista. O local ficará interditado pois há risco de desabamento da pista de rolamento”, afirmou o gerente de operações da SEMDEF, Marcos Rolf. 

Fique atento! 

Sempre que observar situações de alagamentos, desmoronamento, rachaduras, deslizamentos de terra, entre em contato com a Defesa Civil através do número 199 ou (86) 3223-7366, o atendimento é 24h. (Semcom/Semdef)

Foto: Divulgação (SEMDEF)

quarta-feira, 19 de janeiro de 2022

Educação: Coelho Neto ganha o segundo Farol do Saber

Foto: Reprodução

Em parceria com a Prefeitura de Coelho Neto, o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Educação, fez a entrega do segundo Farol do Saber do município.  

A obra representa uma conquista para o bairro Bonsucesso, fruto da inspiração professorinha Érika - cuja história de vida viralizou nas redes sociais.  

“Foi um momento especial de reafirmarmos a parceria exitosa entre Governo do Estado e Prefeitura, além de aproveitarmos para render uma homenagem póstuma para a professora Jesus Leal, que empresta seu nome para esse importante equipamento público”, disse o prefeito Bruno Silva. 

Agespisa e IAEPI discutem operação dos sistemas da zona rural de Teresina

Em 2022, os sistemas devem ser repassados ao Sistema Integrado de Saneamento Rural (Sisar) Meio Norte 

Foto: Reprodução (Ascom/Agespisa)

Na manhã desta quinta-feira (19), representantes da Agespisa e do Instituto de Águas e Esgotos do Piauí (IAEPI) estiveram reunidos para discutir a operação dos sistemas de abastecimento de água da zona rural de Teresina. 

O presidente da Agespisa, Genival Sales, foi representado no encontro pelo assessor de Concessões, Fernando Alencar. Participaram da reunião também o diretor-geral do IAEPI, Magno Pires, os advogados Franz Beckenbauer e Catarina Braga e o assessor Marcelo Amorim. 

Com início de atividades previsto para este ano, o Sistema Integrado de Saneamento Rural (Sisar) Meio Norte será responsável pelo abastecimento de água, esgoto, tratamento de lixo e resíduos sólidos na zona rural dos municípios de Teresina, União, José de Freitas e Nazária. A organização não-governamental é financiada pelo Tesouro Estadual. 

Durante a reunião foram discutidos os trâmites para a formalização do repasse dos sistemas da zona rural da capital, que hoje são operados pela Agespisa. 

“Vamos formalizar o instrumento jurídico adequado, com base no contrato de programa e legislação específica, e encaminhar para o Instituto de Águas e Esgotos, que está articulando o início dos trabalhos do Sisar Meio Norte”, afirmou o assessor de Concessões, Fernando Alencar. 

Ele ressaltou ainda que a iniciativa dará cumprimento à exigência de universalização do abastecimento de água e esgotamento sanitário prevista no contrato de programa com a Prefeitura de Teresina. Atualmente, a Agespisa atende nove comunidades na zona rural de Teresina. (Ascom/Agespisa)

terça-feira, 18 de janeiro de 2022

Prefeito Dr. Pessoa discute com vereadores o enfrentamento as enchentes em Teresina

Dr. Pessoa enfatizou que a iniciativa visa aumentar ainda mais a aproximação entre os poderes Executivo e Legislativo 

Dr. Pessoa e Renato Berger Foto: Rômulo Piauilino

O prefeito de Teresina, Dr. Pessoa, foi à Câmara Municipal, na manhã desta terça-feira (18), discutir com os vereadores o enfrentamento às enchentes e ações de assistência às famílias desabrigadas em decorrência das fortes chuvas que têm atingido a capital, neste mês de janeiro. 

Durante o encontro, o prefeito enfatizou que a iniciativa visa aumentar ainda mais a aproximação entre os poderes Executivo e Legislativo. Segundo o gestor, ambas as esferas políticas têm o dever constitucional de buscarem soluções para esta situação emergencial pela qual passa o município e diversas famílias teresinenses. 

“Devemos andar de mãos dadas (…) não é fazer pelo prefeito, mas por Teresina e os vereadores têm feito muito bem. Estou pedido mais esse apoio ao poder Legislativo, pois as chuvas começaram e pode vir coisa pior, então nada mais que normal procurarmos outro poder para trabalhar juntos com essa possibilidade de enchentes”, disse Dr. Pessoa. 

De acordo com a Defesa Civil Municipal, que vem monitorando as áreas de risco em Teresina, 528 famílias já precisaram deixar suas casas por conta das chuvas, 50 delas realocadas em abrigos temporários, instalados em escolas da rede municipal de ensino. O órgão estima que mais de duas mil pessoas estão sendo afetadas pela situação. 

Após ouvir as demandas, o vereador Jeová Alencar, presidente da CMT, parabenizou a iniciativa de Dr. Pessoa em procurar a Casa para discutir soluções. No primeiro momento, os parlamentares avaliam a possibilidade da destinação de recursos, via emenda, para os órgãos que estão diretamente ligados ao enfrentamento das enchentes e assistência às famílias. 

“Isso mostra a grandeza e o compromisso que têm os poderes Executivo e Legislativo nesse momento, somando forças. Devemos esquecer cores partidárias, questões políticas e trabalhar pela cidade. É isso que o prefeito quer e tem nos procurado. Estamos à disposição do prefeito e da cidade”, afirmou o vereador. (Semcom) 

Foto: Reprodução/Rômulo Piauilino



segunda-feira, 17 de janeiro de 2022

CPI DA COVID TIMON: Oposição protocola Notícia Crime na PF em Caxias

Foto: Reprodução/CMT 

A Notícia Crime, protocolada na Delegacia da Polícia Federal, em Caxias, na manhã desta segunda-feira (17), pelos vereadores da oposição de Timon, pode ser o início de uma investigação mais detalhada sobre os supostos desvios de recursos durante o período da pandemia. 

A peça, indica como os recursos enviados pelo Governo Federal, para combate e tratamentos durante a pandemia, reforçando que os vereadores de oposição, encabeçados pelo presidente da CPI, vereador Ulysses Waquim, e demais vereadores, não ficarão sem fiscalização. 

Segundo Ulysses, a visita à PF em Caxias, juntamente com outros vereadores, foi para entregar o relatório final da Comissão, por meio de Notícia Crime, a fim de que as irregularidades encontradas pela CPI também sejam investigadas pelo órgão. “Agora, os temas analisados pela Comissão também serão apurados pela PF. A Câmara Municipal de Timon tem estreitado a relação de parceria com os órgãos que ajudam na atuação transparente e de compromisso com o povo”, destacou o vereador Ulysses. (Assessoria) 

domingo, 16 de janeiro de 2022

Wellington Dias prestigia Jubileu de Ouro de Dom Jacinto em Pedreiras (MA)

Nascido em Bacabal (MA), Dom Jacinto, 74, foi ordenado padre no dia 15 de janeiro de 1972 

Foto: Reprodução/CCom

O governador Wellington Dias participou na noite de sábado (15), na cidade de Pedreiras (MA), a 241 quilômetros de Teresina, da comemoração pelos 50 anos de ordenação sacerdotal do Arcebispo de Teresina, Dom Jacinto Brito. O homenageado está à frente da Arquidiocese de Teresina desde 2012, onde construiu uma marca. 

“Pra nós, piauienses, é uma alegria dobrada desde 2012 poder contar com ele. Além de trabalhar de forma muito dedicada a esta missão com o povo de Deus, tem também a sensibilidade social, colocando a importância de cuidar do outro em todo o Piauí” considerou Wellington Dias. 

O Jubileu de Ouro de Dom Jacinto Brito contou com a participação de bispos das cidades piauienses de Parnaíba, Oeiras, São Raimundo Nonato, Bom Jesus e Floriano. Na oportunidade, o Arcebispo de Teresina renovou seus compromissos ministeriais. 

Foto: Reprodução/CCom

Nascido em Bacabal, no Maranhão, Dom Jacinto Furtado de Brito Sobrinho, 74, foi ordenado padre no dia 15 de janeiro de 1972, quando assumiu a Paróquia São Benedito, em Pedreiras, onde ficou por 22 anos. Foi bispo diocesano de Crateús (CE) até 2012, quando recebeu nomeação pelo Papa Bento XVI para se tornar arcebispo de Teresina. 

“Não poderia deixar, como amigo, como irmão, tendo-o como pastor, de comparecer aqui e partilhar este momento de alegria com o seu povo. Um legado de amor e dedicação” finalizou Dias. (CCom)