domingo, 22 de maio de 2022

Surto de dengue é o pior da década no DF e em cinco estados

O mosquito tem chegado a regiões que antes não tinham esse problema 

Foto: Arquivo/Agência Brasil 


Além de em apenas quatro meses já ter superado o número de casos registrados durante todo o ano passado, o atual surto de dengue no Brasil mostra a chegada do mosquito Aedes aegypti a novos locais e é o pior da década no Distrito Federal e em Goiás, Piauí, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Tocantins. 

Os governados estaduais mais afetados e o governo federal apontam a pandemia de Covid-19 como uma das causas que dificultaram o combate à disseminação da doença. 

Além da conhecida rotina de prevenção, a Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz, vinculada ao Ministério da Saúde) diz ter obtido resultados promissores no uso da bactéria Wolbachia, cuja eficácia é testada desde 2014, mas o método é aplicado em poucas cidades. 

Para combater o surto, os gestores de saúde em todos os níveis intensificam uma rotina já conhecida. Aplicação de larvicida, conscientização da população para que evite criar lugares propícios para a reprodução do mosquito e treinamento de agentes de saúde, entre outras atividades. 

Apesar disso, o mosquito tem chegado a regiões que antes não tinham esse problema. 

Esses são os casos de Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Ambos têm um surto recorde de dengue. 

Em Santa Catarina, foram 56 mil casos notificados no primeiro quadrimestre. É o terceiro ano seguido de crescimento. Antes de 2019, o recorde era de 4.800 casos entre janeiro e abril de 2016. 

No Rio Grande do Sul, houve 41,4 mil casos. A explosão é similar à observada no estado vizinho, com um crescimento paulatino desde 2019, atingindo números muito maiores do que os registrados nos anos anteriores. 

Entre as causas, a Secretaria de Saúde catarinense apontou "alterações nas condições climáticas, que permitem a reprodução do mosquito ao longo de todo o ano". O frio impede a reprodução do mosquito. Com o aumento das temperaturas, o clima fica mais favorável para o Aedes aegypti. 

Outro problema foi a pandemia. O Ministério da Saúde disse ter havido redução das visitas de agentes de saúde às residências "devido à dificuldade encontrada durante a emergência sanitária da Covid-19 para controlar a proliferação do mosquito". 

A Secretaria de Saúde de Tocantins, outro estado com número recorde, listou "o diagnóstico tardio pelos profissionais que estavam focados na Covid-19" e a "redução das ações de controle do vetor devido o direcionamento dos profissionais para o Covid-19". 

Em Niterói, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Campo Grande e Petrolina, a Fiocruz testa há alguns anos o uso da Wolbachia, paralelamente a pesquisas que estão sendo realizadas sobre o método em 11 países. 

Essa bactéria está presente naturalmente dentro da célula de diversos insetos, mas não no mosquito que transmite a dengue, a zika e a chikungunya. 

De acordo com Luciano Moreira, líder do WMP (sigla em inglês para Programa Mundial do Mosquito, que coordena o projeto em âmbito mundial) e pesquisador da Fiocruz, o primeiro passo do método, que por ora é complementar, consiste na introdução da bactéria nos ovos de Aedes aegypti. 

Isso acontece em uma fábrica da Fiocruz no Rio de Janeiro e outra em Belo Horizonte, cidade que também já teve liberações de mosquitos. Depois disso, há duas opções: liberar os ovos ou o mosquito adulto. 

Na natureza, o mosquito se reproduz e passa a bactéria para seus descendentes. Com o tempo, a tendência é que ele se torne dominante no local, dificultando assim a transmissão do vírus. 

Em Belo Horizonte, os mosquitos foram liberados entre outubro de 2020 e janeiro de 2021. Os resultados só devem ser medidos daqui a quatro anos. 

O primeiro local que recebeu mosquitos com a bactéria foi Niterói e alguns bairros do Rio de Janeiro, ainda em 2014. Ao analisar os dados coletados depois do experimento, a Fiocruz constatou uma redução de 70% no número de casos na comparação com bairros que não tinham recebido o método. 

Campo Grande (MS) e Petrolina (PE) também já participam do programa. Além deles, mais de 20 municípios pediram adesão, porém a Fiocruz não tem capacidade para atender novas solicitações. 

Para resolver o problema de oferta do mosquito com a bactéria, o plano é construir uma nova fábrica com capacidade de produzir 50 milhões de ovos por semana. Hoje, a capacidade é de 8 milhões. Caso haja a expansão, negociada entre Ministério da Saúde, Fiocruz e WMP, o "cálculo bastante conservador é de em dez anos cobrir 67 milhões de habitantes no Brasil (32% da população)", diz Moreira. 

Um estudo conduzido por pesquisadores das universidades de São Paulo (USP) e de Cambridge (Reino Unido) mostrou que moscas da espécie Drosophila melanogaster -comuns em qualquer cozinha- são infectadas por menos espécies de vírus e contêm menor carga viral quando são colonizadas por bactérias do gênero Wolbachia. 

O trabalho, apoiado pela Fapesp e pela Royal Society, foi publicado na revista Communications Biology. Fonte: Folhapress  


sexta-feira, 20 de maio de 2022

PI:Governo do Estado realiza importantes obras por meio das Parcerias Público Privada

O novo Centro de Convenções é apenas uma das obras viabilizadas por intermédio das PPPs 

Foto: Reprodução (Ascom/Suparc)

Há três anos, o Governo do Estado decidiu mudar de estratégia e, por meio da Superintendência de Parcerias e Concessões (Suparc), iniciou um projeto de Parceria Público-Privada (PPP) no Centro de Convenções de Teresina. Com contrato assinado em 2021, a PPP entregou uma reforma completa em apenas 11 meses, renovando os cinco espaços que receberam melhorias estruturais significativas, além de equipamentos de última geração em iluminação, refrigeração e acústica. 

O Centro de Convenções de Teresina foi reinaugurado em 12 de março de 2022 e tem realizado em média dois grandes eventos por semana, entre concertos, atrações infantis, musicais, shows gospel e de humor, além de encontros, seminários e palestras. Espetáculos de artistas nacionais como Diogo Nogueira e Alcione, além de peças teatrais de atores renomados como Paulo Betti e Maitê Proença. A advogada Lia Portela foi ao show da cantora Pitty no CCT e aprovou a reforma. “Foi um show muito organizado e o espaço, além de confortável, é bastante acessível a todos. Curtimos o show com segurança e tranquilidade”, diz. 

A Nova Ceasa é um dos maiores exemplos de modernização e desenvolvimento do equipamento público. Hoje a central de abastecimento recebe cerca de 10 mil pessoas por dia, 12% a mais do que a média de 2017. O que causou essa transformação no entreposto foi a concessão à iniciativa privada, que já investiu mais de R$ 13 milhões no local. Para o permissionário José Moraes, a PPP foi a melhor decisão. “A gente vem notando o quanto evoluiu, do que tínhamos aqui e como estamos hoje. Trânsito organizado, segurança, sinalização, banheiros que não deixam a desejar, limpeza. Estamos muito contentes e desejamos que as melhorias continuem”, diz. 

Um espaço que é responsável pela alimentação constante e consistente de cerca de 16 mil pessoas em situação de vulnerabilidade, é o Banco de Alimentos, que foi criado em 2018 com o objetivo de captar, triar e distribuir gêneros alimentícios para entidades que atendem comunidades carentes. Desde a implantação do banco, mais de 700 toneladas de alimentos foram arrecadadas de frutas, verduras, legumes e cereais para as 25 entidades cadastradas, entre creches, abrigos, comunidades terapêuticas e programas educacionais. Por essas e outras ações de desenvolvimento social, a PPP da Nova Ceasa foi escolhida, em 2021, como a melhor do mundo pela Organização das Nações Unidas (ONU). 

Foto: Reprodução (Ascom/Suparc)

Já a PPP do Saneamento de Teresina foi responsável por resultados significativos na capital, como a ampliação dos serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário, levando a cidade a alcançar a universalização do abastecimento de água tratada na zona urbana em 2020. Isso se deu também pela atuação da concessionária Águas de Teresina para equilibrar a distribuição de água e conferir eficiência operacional ao sistema, trabalhando na redução de perdas, cujo índice saiu de aproximadamente 60% para 40% desde que as operações iniciaram, em 2017. Já é mais de R$ 1 bilhão de investimentos nessas PPP. 

Isaura Cardoso, moradora do bairro Porto do Centro, conta que antes da PPP não tinha água em casa constantemente, era preciso buscar em outros lugares, pegar a noite e guardar. “Passei 20 anos esperando a água chegar aqui. Não tinha mesmo, muitas vezes a gente tinha que sortear, ou tomava banho ou dava descarga. Mas agora acabou esse sofrimento. E a melhor coisa do mundo é você abrir a torneira e está ali a água limpa”, diz. Com a universalização do acesso à água, o foco das ações da concessionária agora é o esgotamento sanitário. Até o ano de 2025, Teresina terá 67% de cobertura de esgoto, atingindo a universalização em 2033. 

O Novo Piauí Center, shopping popular localizado na zona Sul de Teresina, é considerado o maior polo atacadista da moda piauiense e também está sendo gerido por meio de uma PPP, com mais de R$ 300 mil já investidos. Recentemente o espaço recebeu uma série de melhorias como novas instalações elétricas, cerca de segurança, novo piso em porcelanato e reforma da cobertura existente. A fachada principal também está sendo revitalizada, com melhor iluminação na área externa, readequação do estacionamento e instalações mais modernas. A concessionária também está reformando a passarela na entrada, incluindo a plantação de pés de carnaúba nas laterais para decorar e valorizar o ambiente. As calçadas estão sendo readequadas para receber uma ciclovia, buscando dar mais segurança para os ciclistas que passam na região. 

Os permissionários apontam as melhorias como excelência de transformação da infraestrutura. “Como lojista aqui do Piauí Center, só tenho a agradecer. Quem conhece sabe como era a estrutura, já sofremos muito aqui com a falta de utensílios necessários nos sanitários e hoje estamos com banheiros até climatizados. Esse piso aqui, a gente chega e se sente nesses shoppings caros. E só vai melhorar”, comenta a empresária Giza Meneses, da tradicional loja Gizzê. O Novo Piauí Center também está desenvolvendo ações para fortalecer o marketing para o ano de 2022, com o objetivo de estimular as vendas e aumentar a movimentação no shopping popular. Um dos pilares da PPP é fomentar a indústria têxtil, envolvendo empresários da moda, atacadistas do setor, revendedores que atuam no Piauí e Maranhão, além de lojistas da capital. 

O primeiro projeto do Programa de PPP Piauí foi a concessão do Terminal Rodoviário de Teresina, em 2015, e trouxe grandes melhorias. Informatização dos guichês, internet livre e infraestrutura confortável são alguns dos fatores reforçados pela concessionária de PPP, que elevou a credibilidade junto aos usuários. Já são mais de R$ 12 milhões em investimentos. “A Rodoviária de Teresina passou por várias mudanças para melhor, seja na questão estrutural ou de manutenção e limpeza. Frequento o terminal desde criança, nos anos de 1990, conheci muito bem o espaço e percebi o desgaste ao longo do tempo. Mas quando entrou a PPP, é perceptível a melhoria na infraestrutura e nos serviços”, comenta o professor Emmanuel Sepúlveda, usuário frequente. 

Com cerca de três meses desde o início das atividades da PPP Bioparque Zoobotânico, diversas melhorias já foram feitas para deixá-lo mais atrativo aos visitantes. As trilhas passam por uma manutenção constante e o estacionamento está em fase de conclusão, deixando áreas mais tranquilas para passeios a pé ou de bicicleta. O parque conta ainda com um segurança circulando no espaço e seguranças fixos onde há mais movimentação. Uma novidade para quem visita a Potycabana e o Bioparque Zoobotânico é o catamarã com dois pavimentos que vai levar os turistas para um passeio pelo Rio Poti, de um parque a outro. 

Seu Azevedo, que trabalha há 20 anos em um trailer de comida no local, aprova as mudanças. “Aqui melhorou muito. Hoje, já temos banheiros reformados e um jardim grande e bonito; seguranças e biólogos trabalhando aqui de segunda a sábado. Então, a expectativa é que com as mudanças, melhore a experiência em 100%,” conta. A concessionária Bioparque Zoobotânico também tem executado ações para garantir mais conforto para os animais, com a revitalização de alguns recintos e a redistribuição dos bichos em abrigos maiores e mais adequados, com manutenção e limpeza constante e enfoque na mudança de cultura no trato com o animal. 

O Habitar Servidor é a primeira PPP de Habitação do Piauí e está viabilizando apartamentos modernos para servidores estaduais no Residencial Tiradentes, com localização privilegiada na zona Leste de Teresina. A construção dos imóveis já iniciou e a previsão é que a primeira torre seja entregue em dois anos. Cerca de R$ 60 milhões serão investidos na obra para possibilitar moradia com conforto, qualidade de vida e valores acessíveis aos colaboradores do Estado. A primeira fase das vendas foi voltada para policiais militares. “É muito importante essa parceria para oferecer uma moradia de qualidade e dignidade ao policial militar do Estado e aos demais servidores”, comenta o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Lindomar Castilho. As vendas agora são abertas a todos os servidores. 

O Ginásio Verdão e a PPP de democratização da internet por meio da Piauí Conectado, cuja sede e data center estão localizados na capital, também passaram por um processo de modernização física e de serviços. Desde 2019, o tradicional Ginásio Verdão vem sendo gerido por meio de uma PPP e já conta com R$ 300 mil em investimentos. O projeto está implementando uma série de reformas que beneficiarão milhares de atletas de diferentes modalidades, com a transformação do espaço em uma arena multiuso, com foco na realização de atividades desportivas e também outros eventos, como as tradicionais revisões do Enem. 

As intervenções da PPP já possibilitaram melhorias no local que foram cruciais na implantação do Hospital de Campanha do Verdão, que funcionou por quatro meses e ajudou a salvar a vida de 500 piauienses durante o pico da doença, em 2020, no Estado. A PPP também possibilitou visitas virtuais no Hospital de Campanha do Verdão. Com tablets e Wi-Fi disponibilizados pela Piauí Conectado, os familiares dos pacientes internados ficavam nas cabines de transmissão do ginásio e realizavam as televisitas aos pacientes. (Ascom/Suparc) 


quinta-feira, 19 de maio de 2022

Deputado Henrique Pires cobra melhoria no abastecimento de água de Caracol

Vários problemas foram encontrados durante inspeção, o que levou o parlamentar a acionar o Ministério Público do Piauí  

Deputado Henrique Pires Foto: Reprodução (Alepi)

O deputado estadual Henrique Pires (MDB), durante a sessão plenária desta quinta-feira (19), da Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi), informou que enviou equipe ao município de Caracol para verificar o sistema de abastecimento de água da localidade. Após a vistoria, diversos problemas foram encontrados, o que levou o parlamentar a acionar o Ministério Público do Estado do Piauí.   

 “Vou ao Ministério Público amanhã levando as sete comunidades que estão abandonadas em Caracol, no sistema de abastecimento de água. Fiz questão, há dez dias, de ir a Caracol, coloquei uma equipe para visitar cada um dos 19 sistemas”, afirmou Henrique Pires. 

Conforme o parlamentar, entre os problemas verificados estão a falta de encanações em Lagoa do Mato, não existe manutenção em Lagoa de Itajurema e em Barreira da Chiquinha, a água não chega em Pacaus, caixa d’água de Lagoinha caiu. 

“A prefeitura tem obrigação de fazer a manutenção desses sistemas e nós já estamos, a pedido da governadora Regina Sousa (PT), elaborando novos projetos de abastecimento de água para que Caracol saia da situação de ser a cidade que mais tem carro-pipa no Brasil”, disse o deputado. 

SÉTIMO DIA - O deputado Henrique Pires lembrou que nesta quinta-feira ocorreu a missa de sétimo dia do ex-prefeito de Batalha, João Messias. O parlamentar afirmou que embora, diversas vezes, eles estivessem politicamente em campos opostos, sempre esteve próximo, colocando recursos para a saúde e participando da regularização dos terrenos dos sistemas de abastecimento de água. 

“Batalha está enlutada e que Deus conforte aqueles que o amavam. E nós, como lutadores por aquela região, também estamos tristes por essa partida precoce”, disse Henrique Pires. (Alepi) 


Governo do Piauí amplia para 21 o número de estradas a serem recuperadas em emergência

Inicialmente eram 16 trechos de rodovia a serem recuperadas 

Foto: Reprodução/Divulgação

O Governo do Piauí ampliou o número de rodovias que serão recuperadas emergencialmente pelo decreto nº 20.955, publicado no dia 6 de maio de 2022. A modificação ampliou para 21 os trechos a serem recuperados. Inicialmente, eram 16 trechos de rodovia. 

O decreto trata sobre a emergência administrativa para a recuperação das rodovias estaduais. A medida foi tomada com base no relatório da Diretoria da Unidade de Conservação e Manutenção (DUCM) do Departamento de Estradas de Rodagem do Piauí (DER-PI). A governadora Regina Sousa determinou a mobilização de todos os órgãos estaduais para atuarem nas ações de resposta e restauração da normalidade administrativa no Estado, principalmente em relação à situação das rodovias estaduais, bastante castigadas pelo inverno rigoroso deste ano. 

O secretário de Estado de Governo, Antonio Neto, explica que o objetivo do decreto é permitir que as rodovias sejam recuperadas no menor espaço de tempo possível, de modo a não comprometer a continuidade dos serviços públicos e nem a segurança das pessoas, das obras ou de outros bens públicos e particulares. 

Segundo o relatório da DUCM, foram constatados inúmeros prejuízos causados nas rodovias, como erosões localizadas no leito das rodovias, com danos consideráveis na drenagem superficial e risco iminente de rompimento das vias por conta do grande volume de água acumulada com as fortes chuvas ocorridas desde o fim do ano passado. 

O relatório apontou os pontos mais críticos onde há necessidade da recuperação emergencial, com serviços de restauração, tapa-buracos e remendo profundo, visando dar condições de trafegabilidade e segurança para os condutores de veículos e para a população que utiliza essas rodovias. 

Confira os trechos a serem recuperados: 

1 – PI-305 entr. BR-343 / Caraúbas do Piauí 

2 – PI-305 Caxingó/entr. PI-211 

3 – Ligação entr. PI-116 / Ilha Grande 

4 – Ligação Picos / Povoado Santa Luzia 

5 – PI-224 entr. BR-316 / Elesbão Veloso / Francinópolis 

6 – PI-142 entr. BR-020 / Pio IX 

7 – PI-142 Fronteiras / Divisa Território do Itaim 

8 – PI-458 entr. PI-456 / Caridade do Piauí 

9 – PI-225 entr. BR-316 / São Miguel da Baixa Grande 

10 – PI-225 São Miguel da Baixa Grande /São Félix do Piauí 

11 – PI-225 São Félix do Piauí / Santa Cruz dos Milagres 

12 – PI -243 Padre Marcos / Francisco Macedo 

13 – PI -142 Marcolândia / Simões 

14 – PI -322 entr. PI-115 / Buriti dos Montes 

15 – PI -115 entr. BR-343 (Campo Maior) / Juazeiro do Piauí 

16 – PI -115 Juazeiro do Piauí / Castelo do Piauí 

17 – PI -245 Sussuapara / São José do Piauí 

18 – PI -116 Luis Correia / Pov. Camurupim 

19 – PI -120 Valença / Pimenteiras 

20 – PI -120 Barra do Alcantara / Várzea Grande 

21 – PI-224 Várzea Grande / Francinópolis 

Fonte: Com informações da Segov 


 

Jorge Lopes acerta dobradinha política com Bárbara Silveira e visita Nova Ceasa Piauí

Bárbara e Jorge Lopes 

O pré-candidato a deputado federal Jorge Lopes (União Brasil) não perde tempo e está intensificando sua pré-campanha eleitoral em novas visitas e contatos diretos com lideranças políticas e comunitárias de Teresina.  

Jorge Lopes acertou dobradinha na capital com a pré-candidata a deputada estadual Bárbara Silveira (PP), que busca herdar o legado do seu pai no campo político, o saudoso ex-prefeito Firmino Filho, que era histórico militante do PSDB.  

Na Nova Ceasa Piauí 

Seu Ribamar e Jorge Lopes 

Nesta quinta-feira (19), o pré-candidato a deputado federal Jorge Lopes esteve visitando a Nova Ceasa Piauí, quando aproveitou para conversar com feirantes e consumidores. Ele estava acompanhado do presidente da Associação dos Permissionários da Nova Ceasa Piauí, Sr.  Ribamar.  No momento, Lopes posou na foto com ele em meio as tantas abóboras do Box Barras, naquele espaço de negócios.  

quarta-feira, 18 de maio de 2022

ESPORTE: GP Teresina de Ciclismo reúne 300 ciclistas neste fim de semana

Atletas de cinco Estados já estão confirmados para as disputas que acontecerão nos dias 21 e 22  

Foto: Reprodução

Um evento para mostrar o potencial que a capital Teresina tem para os esportes oficiais e amadores. Assim, foi concebido o Grande Prêmio (GP) Teresina de Ciclismo, ainda em 2020, e que chega em 2022 na sua 2ª edição, com realização da Federação de Ciclismo do Piauí – FCP. 

O evento entra para a contagem regressiva, pois já nesta sexta-feira (20) começam os aquecimentos dos competidores, a entrega de kits de prova e o Congresso Técnico, no Centro de Convenções de Teresina, que fica na avenida Marechal Castelo Branco. 

Atletas de cinco Estados já estão confirmados para as disputas que acontecerão, no sábado (21) e no domingo (22). A organização reforça a todos que, no sábado e domingo de manhã, até o fim da prova não será permito veículo na avenida Raul Lopes e Ponte Estaiada, pois as polícias de trânsito e militar farão toda a segurança e isolamento das áreas de competição. 

Segundo a direção técnica da FCP, estão inscritos cerca de 100 ciclistas para cada uma das disciplinas: o Contra Relógio Individual, Circuito e Resistência. O presidente da entidade, Fernando Correia Lima comemora o sucesso de procura por inscritos no evento, que abrirá o Campeonato Piauiense de Ciclismo de Estrada, com uma novidade. 

É a primeira vez na história do campeonato estadual que é inserida uma etapa da disputa de contra Relógio Individual ou CRI, considerada a disciplina de maior velocidade do ciclismo. 

A premiação de R$ 20 mil também é um atrativo para a participação de competidores, além do Piauí, já que estão inscritos: Maranhão, Ceará, Paraíba e Pará. “Essa participação de atletas de outros Estados, mesmo não disputando pontos para seus rankings individuais, é muito positivo, pois gera uma troca de conhecimento e parceria entre atletas de diferentes lugares e mostra como o esporte une pessoas”, disse Fernando. 

Muitos atletas começam a chegar em Teresina nesta quinta-feira, 19, pois na sexta-feira (20) a programação do GP começa às 9h e segue até as 17h com a entrega de kits. Às 18h30, começa o Congresso Técnico, onde a Federação e comissários de prova passam as informações para os competidores das regras, do percurso, da premiação, entre outros, tudo isso no Centro de Convenções. 

No sábado e domingo, as disputas de velocidade ou speed acontecem com concentração no Complexo Turístico da Ponte Estaiada, na avenida Raul Lopes, onde acontecem as largadas e chegadas das três disciplinas, além da premiação. No sábado, às 7h, começam os preparativos de largada da disputa de CRI; às 9h30, começa a de Circuito; ambas terão as premiações a partir de 12h30. No domingo, a partir das 7h será dada a largada para a disciplina de Resistência e posteriormente, 13 horas, a premiação. 

As inscrições estão abertas no site agendaoffroad.com.br. O GP Teresina de Ciclismo tem patrocínio do Governo do Estado do Piauí – Fundespi; Prefeitura Municipal de Teresina – Secretaria Municipal de Esporte e Lazer – Semel. Apoio: Vereador Venâncio Cardoso; Unimed Teresina, The Auge Bike Shop, MP Peças e Evo Bikes. Realização: FCP e supervisão: Confederação Brasileira de Ciclismo. Co-Produção: X Brasil. Mais informações: Secretaria da FCP: (86) 98809-7686.  (Semcom/Semel)



Governadora Regina Sousa realiza entrega de títulos em assentamento de Alto Longá

Ao todo foram 380 títulos que beneficiaram 190 famílias no assentamento Pernambuquinho 

Fotos: Reprodução (CCom/Interpi)

A governadora Regina Sousa realizou a entrega de títulos de posse de terra na comunidade Pernambuquinho, na zona rural do município de Alto Longá, nesta segunda-feira (16). Ao todo foram 380 títulos que beneficiaram 190 famílias da região. 

Para a governadora Regina Sousa, a entrega desses títulos representa uma segurança a mais para os beneficiados, que a partir de hoje poderão investir e ampliar sua produção. “Essa é uma das ações que eu faço com maior prazer, compreendo o que não é ter a terra para trabalhar, não ter garantia que a terra é sua, você mora nela, mas não é sua, não pode buscar crédito. Então, o título de terra dá segurança para as pessoas, a segurança jurídica e, consequentemente, vai ter segurança alimentar porque eles vão produzir agora com mais certeza, porque ninguém mais vai mexer com eles aqui, essa terra aqui ninguém mais tira a terra dessas 190 famílias”, explica a governadora  

Para o presidente do Instituto de Terras do Piauí (Interpi), Chico Lucas, a entrega dos títulos representa a legitimação da posse dos terrenos dos beneficiados, tirando-os da insegurança em relação às suas propriedades. 

“Nós estamos aqui beneficiando 190 famílias, num total de 380 títulos, porque cada família vai receber dois títulos, um na área alagada, que chamam de lote frio e outro na área de sequeiro, que é o lote quente. É uma área bem produtiva, são as nascentes do Rio Longá, é um trabalho que está sendo desenvolvido há muitos anos e as pessoas esperavam por esse momento, resolvendo esse problema que vinha se arrastando há alguns anos”, comentou.  


O presidente do Sindicado dos Trabalhadores Rurais de Alto Longá, Virgílio Rocha, comemora a entrega dos títulos que possibilitará usufruir o uso da terra para o trabalho e moradia. “Para nós é uma honra estar aqui para entrega desses títulos de terra tão esperados, desde 1984, mas agora está sendo feita essa entrega na hora certa. Acho que as pessoas vão ficar muito satisfeitas em serem dona do seu pedaço de terra, ter seu registro de imóveis e usufruir daquilo que a gente sofreu muito no passado com relação à falta de terra para trabalhar”, comemora.  

O presidente da Associação de Moradores de Pernambuquinho, Antônio Pereira, agradece a entrega dos títulos que vão possibilitar uma independência aos beneficiados. “A gente fica muito grato porque é algo que estávamos esperando. É uma honra e a gente fica muito grato por receber esse título para que possamos caminhar com os nossos pés”, agradeceu.  

Durante a solenidade foi feita a entrega simbólica de dez títulos de terra. Uma das beneficiadas foi Rosilene da Silva, que comemorou a entrega do título, ressaltando a importância de ter o documento que certifica a posse da sua terra. “Graças a Deus hoje aconteceu. É uma coisa muito boa para nós que somos trabalhadores rurais e precisávamos muito do nosso título de terra. Há muitos anos nós esperávamos e hoje, graças a Deus, deu certo e ficamos muito felizes”, conta. 

O empresário Belauto Bigode fez discurso durante a solenidade agradecendo a louvável decisão do Governo do Piauí em atender sua reivindicação beneficiando 190 famílias, num total de 380 títulos. (Com informações da CCom/Governo do Piauí e alterações da redação deste blogdoademarsousa.com.br)


terça-feira, 17 de maio de 2022

Teresina: Inauguração do Canal do Mocambinho vai acontecer nesta terça-feira (17)

A conclusão dos serviços foi bastante comemorada pelos moradores da região   

Foto: Reprodução (Semcom/SAAD Norte)


A obra do Canal de Águas Pluviais do Mocambinho vai ser entregue pela Prefeitura de Teresina na tarde desta terça-feira (17). O prefeito Dr. Pessoa, o superintendente Daniel Carvalho, da Superintendência de Ações Administrativas Descentralizadas Norte (SAAD Norte) e outras autoridades vão prestigiar a inauguração do local, que vai iniciar às 17h, na Avenida Freitas Neto, no Mocambinho. 

Ao todo, mais de 2,3 milhões foram investidos na obra do Canal do Mocambinho. A conclusão dos serviços foi bastante comemorada pelos moradores da região que passaram décadas sofrendo com mau cheiro e inundações no período chuvoso. 

A população relatou ainda que os acidentes no local, que antes eram frequentes, não estão mais acontecendo desde que a obra do canal começou a ser executada. 

O superintendente Daniel Carvalho, da SAAD Norte, destacou que a inauguração da obra vai ser um momento bastante marcante para todos os moradores que sempre solicitavam a conclusão do Canal do Mocambinho e acreditaram na gestão do prefeito Dr. Pessoa para concluir os serviços. 

“Amanhã vai ser um dia marcante para todos que moram no Mocambinho e nos bairros próximos, que já estavam desacreditados com a conclusão dessa obra. Sempre chegava solicitações para mim sobre o local, com os relatos dos moradores que sofriam com inundações e o mau cheiro da galeria. Conseguimos concluir todos os serviços e amanhã nós estaremos lá entregando mais um espaço na zona Norte de Teresina”, relatou o superintendente Daniel Carvalho. 

Todos os teresinenses são convidados para prestigiarem a inauguração. (Semcom/SAAD Norte)