terça-feira, 28 de junho de 2022

Governadora Regina Sousa participa de documentário sobre Esperança Garcia

O documentário será lançado em 2023, como parte das comemorações dos 200 anos da independência do Piauí 

Foto: Reprodução/CCom

A primeira mulher negra governadora efetiva do Piauí, escolhida como uma das “Esperanças da Atualidade” falou do legado de luta e inspiração da escrava, reconhecida como a primeira advogada piauiense  

A governadora Regina Sousa participou, na tarde de segunda-feira (27), das gravações do documentário “A carta de Esperança Garcia”, dirigido pelo cineasta Douglas Machado. O Theatro 4 de Setembro está sendo usado como set de gravação de uma parte da obra audiovisual. A primeira mulher negra governadora efetiva do Piauí, escolhida como uma das “Esperanças da Atualidade” falou do legado de luta e inspiração da escrava, reconhecida como a primeira advogada piauiense.  

“Uma surpresa muito grata ver o quanto ela é simples, muito bonita, muito leve, foi prazeroso. Agora posso dizer que conheço o piauiense. Vocês são muito gentis, hospitaleiros, carinhosos. Vou levar cada um no meu coração” declarou a atriz. 

O documentário é baseado na história de Esperança Garcia, uma mulher negra, mãe, escravizada que, no ano de 1770, escreveu uma carta endereçada ao governador da capitania do Piauí. Nela, Esperança Garcia denunciava as situações de violência que ela, as companheiras e seus filhos sofriam na fazenda de Algodões, região próxima a Oeiras, a 300 quilômetros da futura capital, Teresina. O documento histórico é uma das primeiras cartas de direito que se tem notícia. Pelo ato de coragem em escrever a petição, Esperança Garcia foi reconhecida pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), como a primeira advogada piauiense. Ela é considerada um símbolo de resistência e ousadia na luta por direitos no contexto do Brasil escravocrata no século XVIII. 

O documentário “A Carta de Esperança Garcia” tem como propósito multiplicar a voz ousada da escrava, na visão de mulheres que expressam esta força nos dias atuais. O documentário será lançado em 2023, como parte das comemorações dos 200 anos da independência do Piauí. “Estamos fazendo história. Se Esperança Garcia estivesse, hoje, viva, estaria escrevendo para nossa governadora, que é uma mulher negra de luta extraordinária, que nos deixa comovido e com muita admiração” considerou Douglas Machado. (CCom)

MA: Pesquisa mostra que Brandão abre 7 pontos de vantagem sobre Weverton

  


Pesquisa Econométrica de intenções de votos para o Governo do Maranhão, contratada pelo Blog do Gilberto Léda, confirma dados recentes da Escutec e aponta vantagem do governador Carlos Brandão (PSB) sobre o senador Weverton Rocha (PDT) mesmo depois de mais de um mês fora do estado para tratamento de saúde. 

Segundo o levantamento, Brandão tem 32,5%, contra 25,1% de Weverton. 

A consulta também confirmou o bom desempenho de Lahesio Bonfim (PSC). O ex-prefeito de São Pedro dos Crentes aparece em terceiro, com 18,2% das intenções de votos. 

Na sequência vêm Edivaldo Holanda Júnior (PSD), 9,4%; Enilton Rodrigues (PSOL), 0,7%; e Simplício Araújo (Solidariedade), 0,3%. 

Branco ou nulo são 4,6% e, ainda, 9,3% não sabem em quem votar ou não responderam ao questionário. 

A pesquisa foi realizada em 55 municípios, entre os dias 12 e 16 de junho de 2022. Foram realizadas 1.468 entrevistas para uma margem de erro de 2,5 pontos percentuais, par amais ou para menos, com um intervalo de confiança de 95%. O registro na Justiça Eleitoral foi feito sob o número MA-01129/2022. (Com informações do Blog do Gilberto Léda). 


segunda-feira, 27 de junho de 2022

"Band Eleições” entrevista o cientista político Felipe Nunes nesta segunda-feira (27)

Foto: Reprodução/Band

O Band Eleições desta segunda-feira discute o cenário eleitoral brasileiro. As pesquisas de intenção de voto e os prováveis cenários, os temas que dominam a pauta e aqueles que podem ser decisivos na eleição. O convidado é o cientista político e presidente da Quaest, Felipe Nunes. 

Apresentação de Rodolfo Schneider. Participam como entrevistadores os jornalistas Fernando Mitre e Eduardo Oinegue. 

O Band Eleições vai ao ar nesta segunda-feira, à 00h45, na tela da Band. (Band) 


Ciro Nogueira tem encontro com JCV e apoio a Sílvio pode ser confirmado

Empresário JVC e o ministro Ciro Nogueira

O ministro chefe da Casa Civil, Ciro Nogueira (Progressistas), se reuniu na manhã desta segunda-feira (27) com o ex-senador João Vicente Claudino, do Podemos. O partido desistiu de ter candidato próprio ao governo. Com isso o líder do Progressistas trabalha para garantir que João Vicente e a sigla possam aderir ao palanque de Sílvio Mendes (União Brasil).  

O Podemos se encontra dividido com relação ao possível apoio. Alguns nomes defendem que o partido foque na pré-candidatura de Fábio Sérvio ao Senado, sem uma ligação com a disputa pelo governo. Seria uma candidatura avulsa.  

Ciro Nogueira trabalha para que a sigla possa estar unida no apoio a Silvio Mendes. 

O encontro de hoje é uma sinalização de que João Vicente está aberto a possibilidade de seguir com o pré-candidato do União Brasil. (Com informações do Blog da Lídia Brito/cidadeverde.com) 


Jorge Lopes se torna um importante aliado do ministro Ciro Nogueira na luta por importantes bandeiras para o Piauí

Ciro Nogueira e Jorge Lopes 

O ministro-chefe da Casa Civil, Ciro Nogueira, encontrou no pré-candidato a deputado federal Jorge Lopes (União Brasil), um aliado que vem lutando por importantes bandeiras e ações a serem resolvidas junto ao Governo Federal. Entre as demandas urgentes, destacam-se o pedido para rever a margem consignada dos empréstimos dos servidores públicos federais. É que, houve diminuição no valor e, com isso, a medida atingiu os três poderes: Executivo, Legislativo e Judiciário.  

Ciro, Jorge Lopes e Raimundinha da Pesca

Preocupado, Lopes intercedeu ainda pela situação das Colônias de Pescadores, levando a vice-presidente Nacional e presidente da Federação, no Piauí, Raimundinha da Pesca, em audiência com o ministro Ciro Nogueira, na cidade de Picos, quando trataram sobre a necessidade de mudança na legislação em benefício dos pescadores do País como um todo. Além disso, ele pleiteou junto ao superintendente da Codevasf, Inaldo Guerra, a recuperação da Unidade de Beneficiamento de Sementes - UBS, de Angical, na Região do Médio Parnaíba, também com aval de Nogueira.   

Silvio Mendes, Jorge Lopes e Ciro Nogueira

O pré-candidato a deputado federal Jorge Lopes defende em suas entrevistas, a transposição do Rio São Francisco para os Rios Piauí e Canindé, bem como a continuidade da Transcerrado. Essas são ações importantes do Governo Federal no Piauí. 

sexta-feira, 24 de junho de 2022

BARRAS: Jorge Lopes e Carlin do Vein firmam dobradinha política para as eleições de 2022

As margens no Rio Marataoan, no município de Barras, na Região Norte do Piauí, firmou-se a nova dobradinha com vistas às eleições de 2022 entre o pré-candidato a deputado federal Jorge Lopes (União Brasil) e o pré-candidato a deputado estadual Carlin do Vein (Patriota), no píer do belo Restaurante Brisa, de sua propriedade. Lá, o empresário barrense e pré-candidato a deputado estadual Carlin firmaram compromisso pela defesa dos projetos de reflorestamento ambiental e do agronegócio.  


 

ARTIGO: A POBREZA EXTREMA E O DESENVOLVIMENTO DO PIAUÍ

Por Magno Pires 

Advogado Magno Pires

A pobreza extrema é uma das características mais marcantes e instigantes do tecido social do Estado do Piauí; Milhares passam fome e necessidades básicas; entretanto, no outro polo, o desenvolvimento da região dos Cerrados, com os vastos campos de produção de grãos, assim como os projetos de energias alternativas (eólica e solar) mudaram o cenário do Semiárido piauiense, com várias propostas de projetos de energias em execução, implantação e concluídos. 

Esta mudança na área do desenvolvimento econômico, lamentavelmente, não foi acompanhada pela política. Esta preserva todos os vícios da escravidão institucional de então; por isso, que se torna difícil um desenvolvimento sustentável do Estado porque as feições de um regime escravo, embora não institucional, são evidentes e impedem o desenvolvimento na área social, na educacional, por exemplo; para se alcançar a plenitude de sociedade satisfeita, com os benefícios produzidos pelas regiões em constante crescimento, como as do Cerrado e a do Semiárido, que constroem e emolduram um complexo social, com o atendimento das demandas dos segmentos sociais então insatisfeitos, que melhoram suas condições de vida, com a implantação desses projetos nos Cerrados e no Semiárido. As dificuldades para se construir essa nova estrutura social, com melhoria das condições de vida dos cidadãos, não é fácil, e um dos obstáculos mais evidentes é a vastidão e/ou extensão das áreas físicas a serem atendidas e/ou exploradas. 

A carência de estrutura física, de estradas, de comunicação, de hospitais, de colégios, etc., impõe ainda maior magnitude às dificuldades para retira essas regiões do atraso histórico e secular. 

Esses projetos de grãos e energias alternativas e futuramente o gás são todos da iniciativa privada, com apoio financeiro de bancos públicos, como o 

Banco do Brasil e o Banco do Nordeste, porém, o Estado do Piauí e nem sequer a União construíram as estradas imprescindíveis à sustentabilidade desses investimentos. Justamente, por isso, que não houve um grau de desenvolvimento maior e mais veloz, prejudicando, em parte, o desenvolvimento sustentável desejado. 

Não obstante o travamento do desenvolvimento devido à falta da infraestrutura de estradas, as suas regiões têm conseguido superar esses impasses e aumentado, grandemente, os índices de ............... sociais e econômicos e são referências para outros investimentos que não param de ofertar nos Cerrados e no Semiárido e fazendo volumosos investimentos.                                      

O Estado do Piauí é referência nacional e mundial em projetos e na produção de energias solar e eólica. Em São Gonçalo do Gurgueia, por exemplo, está sendo instalado o maior projeto para a produção de energia solar do Brasil e o 4º maior da América Latina. 

As perspectivas do Estado do Piauí quanto ao desenvolvimento econômico são enormes. É um horizonte seguro e factível e de resultados saudáveis.  

No entanto, o quadro de pobreza extrema de 1,4 milhão de habitantes é instigante e preocupante. Há necessidade urgente e imprescindível que os Governos Estado e Federal, notadamente aquele, preserve o interesse constante e inadiável de fazer os investimentos públicos de suas competências e manter a ajuda permanente às populações mais fragilizadas a fim de acabar com pobreza desses milhares de piauienses que passam profunda necessidade e muitos não têm o que comer diariamente. 

As elites políticas, empresarial, econômica e intelectual têm que auxiliar o setor público na erradicação desse indesejado drama social que atinge quase a metade da população do Estado. 

A geração de riqueza pelas classes abastadas e/ou produtoras e a respectiva distribuição da renda, para desconcentrá-la, é a imposição que deve ser assegurada a fim de extinguir esse contraste e este retrocesso histórico de vida desses milhares de piauienses. 

Aos empresários, portanto, que são produtores de renda e pagam milhões de reais em salários – o maior fator de distribuição de renda – devem liderar esse processo sócio-político-econômico e cultural porque são os que mais produzem e distribuem renda, como forte contribuição à extinção da pobreza extrema. 

MAGNO PIRES é Diretor-geral do Instituto de Águas e Esgotos do Piauí – IAEPI, ex-secretário de Administração do Piauí e ex-presidente da Fundação CEPRO, advogado da União (aposentado), professor, jornalista e ex-advogado da Cia. Antarctica Paulista (hoje AMBEV) por 32 anos consecutivos.

quarta-feira, 22 de junho de 2022

MPMA e Polícia Civil deflagram Operação em Porto Franco e Campestre

A operação faz alusão a Gauss em referência ao príncipe da matemática Carl Friedrich Gauss 

Foto: Reprodução (MPMA)

Na manhã desta quarta-feira, 22, o Ministério Público do Maranhão (MPMA), por meio da 1ª Promotoria de Justiça de Porto Franco, com apoio operacional do Grupo de Atuação Especializada no Combate às Organizações Criminosas (Gaeco), da Coordenadoria de Segurança Institucional do MPMA, e a Polícia Civil, por meio da 10º Regional de Imperatriz, deflagraram a Operação Gauss, nos municípios de Porto Franco e Campestre. 

O objetivo da operação é investigar crimes de fraudes a licitação, peculato e associação criminosa, além de possível lavagem de dinheiro, crimes praticados por servidores públicos, pelo ex-prefeito do município de Campestre do Maranhão e empresários, durante os anos de 2018 e 2019. Os atos causaram suposto dano ao erário público no valor de R$ 4.773.617,10. 

As investigações foram iniciadas a partir de representação formulada pelo Sindicato dos Trabalhadores em Estabelecimento de Ensino no Município de Campestre – Maranhão, que informou à 1ª Promotoria de Justiça de Porto Franco a possibilidade de fraude no pregão presencial nº 31/2018, voltado à contratação de pessoal terceirizado, cujo certame foi vencido pela empresa Dyonatha Marques da Silva ME, denominada San Gabriel Serviços e Transportes Ltda. 

Ao longo da investigação, entre os indícios de fraude identificados encontra-se: ausência de publicação do edital, inabilitação infundada da concorrente, atestados fraudulentos de capacidade técnica, insuficiência operacional da empresa em prestar o objeto da contratação, modificação da data do certame, dentre outras ilegalidades. 

Além desses fatos, identificou-se que ao longo da execução contratual o contrato foi aditivado por duas vezes, sempre alterando seu valor, uma vez que o montante global de R$ 406.628,04 passou a ser o valor mensal, nos aditivos posteriores. Destaca-se que o primeiro aditivo foi assinado quando já havia sido ultrapassado o prazo de validade do contrato original. 

A decisão judicial, da 1ª Vara da Comarca de Porto Franco, autorizou a busca e apreensão de documentos, veículos, dinheiro e eletrônicos nos endereços ligados à empresa contratada, servidores públicos, além do ex-prefeito de Campestre. Foi decretada ainda a prisão preventiva de um dos investigados e também autorizada a extração de dados de todos os aparelhos eletrônicos apreendidos. 

OPERAÇÃO 

A operação faz alusão a Gauss em referência ao príncipe da matemática Carl Friedrich Gauss, que criou a teoria das progressões. No caso da investigação, os valores do contrato e seus respectivos aditivos tiveram acréscimos injustificáveis e exponenciais, cujos valores iniciais para o período de quatro meses totalizaram globalmente a quantia de R$ 406.628,00. Já no primeiro aditivo o valor saltou para R$ 1.591.205,70, o que no período de quatro meses correspondeu a um gasto mensal aproximado ao previsto inicialmente para a execução de quatro meses do contrato.  (CCOM-MPMA)