sexta-feira, 12 de junho de 2020

Tese de pré-candidatura própria a prefeito no PT de Timon é avaliada e dois nomes já estão definidos

Radialista Mário Novais e o professor Maurício Ângelo

Os deputados federais Zé Carlos da Caixa (PT/MA) e Paulo Teixeira (PT/SP), líderes da corrente nacional “Resistência Socialista” estão defendendo pré-candidaturas próprias a prefeito no PT em municípios acima de 100 mil eleitores.

Nesse ponto, Timon está incluído nessa lista e poderá melar a permanência do PT na base do Governo Luciano Leitoa. Como já é de praxe a cada eleição, o PT vai sair dividido novamente em situação antagônica. Quem viver, verá.

Daqui não saio! Daqui ninguém me tira! Cai bem esse trecho da marchinha antiga de Carnaval gravada originalmente em 1949, para a ala de militantes do Partido dos Trabalhadores – PT, que está de “mala e cuia” na gestão do prefeito de Timon, Luciano Leitoa (PSB), que só resolveu ajudar o grupinho com uma secretaria no último ano do mandato, além de distribuir mais alguns contracheques. Porém, tudo que é sabor poderá está prestes a virar dissabor.

Para você entender melhor. Pois bem: o único deputado federal do PT/Maranhão, Zé Carlos da Caixa, membro da direção nacional da sigla e um dos líderes da corrente nacional “Resistência Socialista” juntamente com o colega de bancada Paulo Teixeira (deputado federal por São Paulo), que é secretário-geral do PT a nível de Brasil estão defendendo dentro do processo de resistência petista pré-candidaturas a prefeito nas cidades acima de 100 mil eleitores.

Com essa tese, no Maranhão, cinco municípios estão nessas condições acima de 100 mil eleitores, sendo eles: São Luís, Imperatriz, São José de Ribamar, Timon e Caxias.

Diante desse fato novo no cenário político em relação às eleições municipais de 2020, no PT de Timon, já existem duas pré-candidaturas definidas que irão disputar as prévias táticas, envolvendo os militantes Mário Novais (radialista) e Maurício Ângelo (professor e ex-presidente da sigla). Para isso, eles encaminharam solicitações junto ao Diretório Nacional do partido. Se isso de fato vier a se concretizar, certamente vai ter quiprocó entre os militantes petistas que querem apoiar qualquer pré-candidatura indicada pelo prefeito Luciano Leitoa e os outros defensores da tese de pré-candidatura própria.

O próprio deputado federal Zé Carlos da Caixa tem dito que "Timon precisa ser protagonista nessa história, caso se concretize essa ideia". A decisão será do Diretório Nacional, mas passará pelos diretórios estaduais e municipais. “Em Timon, apoiarei você Mário Novais ou o professor Maurício Ângelo, dependendo da decisão final do nome escolhido na prévia tática”, disse o deputado Zé Carlos da Caixa.

O radialista Mário Novais, pré-candidato a prefeito de Timon pelo PT, disse que está apto para o desafio e faz questão de ressaltar o bordão do humorista da Praça é Nossa, do SBT, Paulinho Gogó: “Quem não tem dinheiro conta história”.

Um comentário: