quarta-feira, 1 de julho de 2020

Agora é fato: Rafael Leitoa vai ter que "engolir seco" a pré-candidatura de Dinair Veloso

Luciano Leitoa, Rafael Leitoa e Dinair Veloso 

A situação lembra mesmo trecho da música “Não tem jeito que dê jeito”, do saudoso músico e cantor maranhense Raimundo Soldado. Agora é fato e pura desilusão. Com desejo no corpo todo para ser o pré-candidato à sucessão do prefeito Luciano Leitoa (PSB), o deputado estadual Rafael Leitoa (PDT) teve que "engolir seco" a decisão do seu primo que já anunciou tanto internamente como oficialmente a pré-candidatura da ex-secretária Municipal de Educação, professora Dinair Veloso, que visa sentar na cadeira do chefe do Poder Executivo.

Mesmo com a expectativa de anúncio da professora Dinair Veloso, alguns seguidores apaixonados por Rafael Leitoa ainda sonhavam que Luciano poderia reavaliar e mudar de ideia na indicação do parlamentar. Ledo engano. Acabou a pouca esperança que ainda restava. Porém, tudo começou em 2018, quando Luciano Leitoa no comício de encerramento da campanha eleitoral de reeleição do governador Flávio Dino, em Timon, convidou Dinair Veloso para fazer um discurso naquela ocasião. Ali já deu a senha. E desde o começo dessa pré-campanha eleitoral o prefeito sempre evitou mencionar Rafael Leitoa como indicado na sua eventual substituição.

Antes, Rafael Leitoa achava também que contava com o amplo apoio do seu tio, o engenheiro civil e ex-prefeito Chico Leitoa. Mas, ambos foram derrotados na pretensão pelo prefeito Luciano Leitoa no tocante a indicação do nome que representa o grupo Leitoa.

Assim, o prefeito Luciano Leitoa mais uma vez dispensou o deputado Rafael Leitoa nesta quarta-feira (01/07), durante entrevista na TV Meio Norte, de Teresina, chegando a confirmar Dinair Veloso como pré-candidata a prefeita da base governista municipal.

Recentemente, segundo fontes, Dinair Veloso teria dito a pessoas próximas que não tinha o desejo de ser indicada para tal missão árdua.  E até chegou a manifestar a vontade de desistir. Só que o sobrinho Luciano Leitoa não aceitou isso.

O blogdoademarsousa.com.br, apurou junto aos militantes que pela primeira vez em quase 40 anos de participação política, o grupo Leitoa vai para uma campanha eleitoral apresentando uma indicação que não tem a simpatia, ou seja, a unanimidade da maioria dos seguidores. Quer dizer, boa parte razoável dos aliados está disposta a ir junto na campanha eleitoral, mesmo sem o desejo de ter a professora Dinair Veloso como pré-candidata oficial do grupo Leitoa. Nada contra a professora Dinair. Na verdade, esses aliados queriam Rafael Leitoa na cabeça de chapa de qualquer forma. Querer não é poder.

Nenhum comentário:

Postar um comentário