terça-feira, 15 de setembro de 2020

Antônio Barros clama por renovação na Câmara Municipal de Alto Longá e teve candidatura a vereador homologada em convenção

Antônio Barros e Belauto Bigode, a esperança do povo 

Considerado destemido, independente e com capacidade extraordinária de indignação diante das tantas injustiças sociais contra os mais humildes, o serigrafista funcionário de uma grande rede de supermercados e tatuador nas horas de folga, o militante filiado no Partido dos Trabalhadores – PT, Antônio Barros, teve sua candidatura a vereador pela primeira vez homologada na convenção partidária que definiu também as candidaturas de Belauto Bigode (prefeito) e Antônio Gabriel (vice-prefeito), pela oposição ao atual gestor municipal. 

Antônio Barros devido a coragem que lhe acompanha diuturnamente ao longo dos últimos três anos passou a ser o maior crítico ferrenho da gestão do prefeito Henrique César, o HC, mostrando através das redes sociais os supostos desmandos administrativos e descaso com a população mais carente do município de Alto Longá, no Norte do Piauí.  Por essas atitudes corajosas, ele já sofreu diversas intimidações como se fosse crime defender os interesses do povo. Barros nunca poupou críticas ao Poder Legislativo Municipal pela fraca atuação. 

Nesse sentido, o tempo deu razão à Antônio Barros que ganhou o respeito e a solidariedade da população que poderá lhe transformar num fenômeno de votos podendo até ser o vereador mais votado de Alto Longá nas próximas eleições. Ele vem recebendo diariamente em suas redes sociais adesões de jovens e outras pessoas que estão acreditando no seu projeto para chegar a Câmara Municipal e exercer um mandato popular.

Em seu discurso durante a convenção, o candidato a vereador Antônio Barros disse que atualmente a Câmara Municipal de Alto Longá conta com sete parlamentares da base governista "descompromissados" com o povo. Em resumo: dizem amém a todos os atos do prefeito Henrique César que prejudicam a maioria da população. "Nesse ponto, acho necessário que haja renovação naquela Casa Legislativa", disse Antônio Barros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário