quarta-feira, 14 de outubro de 2020

Instituto com pesquisa barrada pela Justiça em Timon registra nova pesquisa eleitoral no município

Qualitativa Instituto de Opinião Pública acumula representações na justiça contra suas pesquisas

Imagem meramente ilustrativa/internet

O Instituto Qualitativa, que teve a divulgação de uma pesquisa barrada no município de Timon pela Justiça Eleitoral no dia 02 de outubro, registrou nova pesquisa no município uma semana depois, no dia 09 de outubro, com previsão para divulgação no município no dia 15 de outubro, próxima quinta-feira, seis dias após o registro no TSE.

O novo levantamento feito pelo Instituto Qualitativa entrevistou 400 pessoas, nas zonas urbana e rural de Timon, nos dias 10 e 11 de outubro de 2020. De acordo com o registro a margem de erro da pesquisa é de 4,9 pontos percentuais para mais ou para menos e nível de confiança de 95%. A contratante da pesquisa é o próprio Instituto Qualitativa. 

Somente nas últimas duas semanas a Justiça Eleitoral suspendeu a divulgação de duas pesquisas eleitorais em Timon, uma do Instituto Qualitativa e outra do Instituto Data M3. Em uma delas o levantamento foi feito somente da zona urbana do município de Timon, entrevistou apenas 360 eleitores e apresentou margem de erro diferente do que podia ser observada pelos cálculos dos números apresentados. Outra trazia o nome de um dos candidatos diferente daquele que está no registro de candidatura, além de não trazer o nome de um dos candidatos.

Nestas eleições o Instituto Qualitativa vem acumulando representações na justiça contra suas pesquisas, além de ter vários de seus levantamentos proibidos, pela Justiça Eleitoral, de serem publicados. Além da pesquisa de Timon, o Instituto Qualitativa teve pesquisas proibidas de serem divulgadas ou com pendências judiciais nos municípios de Lago Verde e Pedreiras, no Maranhão e em Buriti dos Lopes, no Piauí.

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário