quarta-feira, 13 de janeiro de 2021

Crise política no grupo Leitoa ameaça ganhar novos contornos e o PL entra em cena

Suplentes de vereador do PL poderão romper com o governo de Dinair Veloso e já demonstram simpatia por Rafael Leitoa

Rafael Leitoa, Chico Leitoa e Luciano Leitoa 

Após a eleição para escolha da Mesa Diretora da Câmara Municipal de Timon que resultou em racha na base aliada do então prefeito Luciano Leitoa (PSB), com desdobramentos desfavoráveis atingindo também o começo da gestão da atual prefeita Dinair Veloso (PSB). Pelo jeito, ela pagou o pato. No embate, o vereador Uilma Resende (PDT) aliado do governo municipal, mas havia sido preterido por Luciano Leitoa percebeu a chance de ganhar essa disputa buscando o apoio de oito vereadores da oposição e mais dois colegas da situação governista. Em resumo: Uilma Resende saiu vitorioso num placar de 11 a 10, em desfavor do vereador Celso Tacoani (PCdoB), sendo derrotado. Bastou o resultado final da votação, o deputado estadual Rafael Leitoa (PDT), compadre e amigo pessoal de Uilma Resende foi logo acusado de suposta participação indevida, ou seja, intromissão no processo que definiu os novos mandatários no Poder Legislativo Municipal. Dizem que Rafael ajudou costurar a aliança vitoriosa.

A partir daí, teve início uma crise política no grupo Leitoa. Em 13 dias de 2021, a crise vem ganhando contornos políticos inimagináveis visando às eleições de 2022. De um lado, o deputado estadual Rafael Leitoa vem se movimentando e parece disposto a peitar o primo e ex-prefeito Luciano Leitoa sem ter o apoio do mesmo em seu projeto de reeleição. Do outro, o ex-prefeito e ex-deputado estadual e federal Chico Leitoa, pai de um e tio do outro, não esconde mais de ninguém sua pretensão de voltar à Assembleia Legislativa do Maranhão, em 2022. Entre um gole e outro de vinho, Seu Chico manifesta esse desejo acalentado, conforme relatos de pessoas próximas à ele.  

E não para por aí. Novos desentendimentos estão em curso. O blogdoademarsousa.com.br conseguiu descobrir junto a fontes bem informadas que o deputado estadual Rafael Leitoa já ganhou a simpatia dos suplentes de vereador descontes do Partido Liberal, de Timon, que ficaram a ver navios na formação do primeiro escalão do governo Dinair Veloso. E, pelo jeito, a turma está disposta a sacrifícios. Sem dúvida, tudo isso leva a uma “briga de foice no escuro” pela divisão do bolo chamado Poder.

Um comentário:

  1. Tudo isso não passa de uma grande farsa, mais uma jogada política dos leitoas, o dep estd sabe que não consegui se reeleger sem o apoio do governo municipal, e muito menos com o grupo dividido, tudo isso é só pra impedir que os cargos do estado sejam dados pro shunnayder, agora cabe ao governador acreditar ou não nessa farsa,a queda do clã leitoa é eminente o timonense já deixou isso bem claro,Timon terá um novo rumo já podemos ver um novo horizonte sem oligarquias um novo comandante, uma nova história de vitórias e conquistas esta nascendo, porque o povo de Timon quer, e o povo de Timon merece dias melhores.

    ResponderExcluir