sexta-feira, 5 de fevereiro de 2021

Uilma Resende desabafa e fala em perseguição política na demissão de aliados, em Timon

O presidente da Câmara Municipal de Timon, vereador Uilma Resende (PDT), fez um desabafo em suas redes sociais sobre a demissão de vigias. Mesmo não citando onde estão acontecendo as demissões, deduz-se que seja na prefeitura de Timon. "Utilizar o trabalho de homens comprometidos com a profissão, pais de família, que agora estão desempregados unicamente por terem nos apoiado na última eleição é, no mínimo, desumano".

Uilma Resende relata que estão demitindo pessoas que o apoiaram nas últimas eleições municipais, numa atitude que ele classifica como um ato de "perseguição política" do grupo ao qual pertenceu durante toda sua vida política.

O parlamentar crítica ainda atitude de utilizar vidas humanas apenas como massa de manobra política e da demissão de pais de família no meio de uma pandemia. "Que Deus tenha piedade destes corações frios, que olham vidas como massa de manobra política. Nossa solidariedade aos vigias demitidos não por incompetência, falta de zelo pela profissão ou irresponsabilidade e sim por perseguição política".

Com informações do Blog do Eduardo Rêgo

Nenhum comentário:

Postar um comentário