terça-feira, 23 de fevereiro de 2021

Vereadores afirmam que gestão Luciano Leitoa aumentou a dívida liquida de Timon em quase R$ 100 milhões

Informações controversas sem dados conclusivos marcaram a audiência pública realizada na manhã desta terça-feira (23), na Câmara Municipal de Timon, cuja finalidade era a realização da demonstração e avaliação do cumprimento das metas fiscais por parte do Poder Executivo Municipal, relativo ao 3º quadrimestre de 2020, na gestão do ex-prefeito Luciano Leitoa (PSB). A falta de respostas claras desagradou aos membros da Comissão de Orçamento, Finanças, Obras Públicas, Planejamento e Patrimônio Municipal da Câmara Municipal, entre eles, os vereadores Ulysses Waquim (presidente), Jorge Passos (vice-presidente) e Kaká do Frigo Sá (relator), responsáveis pela realização da audiência sem sucesso.  

Por sua vez, o presidente da Comissão de Orçamento, Finanças, Obras Públicas, Planejamento e Patrimônio Municipal da Câmara Municipal, vereador Ulysses Waquim, disse que a secretária Municipal de Finanças, Poliana Pereira Bandeira, o secretário Executivo da pasta Mário Vieira de Alencar Filho e o pessoal da contabilidade não souberam responder os questionamentos dos vereadores. Em determinado momento, ficou evidente o clima de constrangimento entre os representantes da área de finanças do município de Timon, visto que admitiram não saberem responder tais fatos.  Em resumo: as explicações não passaram de fiasco.

E o mais grave: os membros da Comissão de Orçamento, Finanças, Obras Públicas, Planejamento e Patrimônio Municipal da Câmara Municipal, suspeitam que de 2019 a 2020,  o município de Timon aumentou sua dívida liquida em quase R$ 100 milhões, notadamente no governo Luciano Leitoa.

Insatisfeitos diante do descaso em relação a falta de informações concretas, os vereadores Ulysses Waquim, Jorges Passos e Kaká do Frigo Sá vão pedir informações mais especificas junto ao governo municipal, caso contrário, será acionado o Tribunal de Contas do Estado – TCE/MA. 



Nenhum comentário:

Postar um comentário