terça-feira, 17 de agosto de 2021

Miniusinas em Altos e Campo Maior vão produzir mais de 1,3 milhão de kWh/mês

PPP de Miniusinas de Energia Solar Fotovoltaica vai gerar emprego e renda nos municípios

Foto: Jarbas Santana (Arquivo)

As cidades de Altos e Campo Maior, localizadas ao Norte do Piauí, vão receber miniusinas de energia solar fotovoltaica a partir de uma parceria público-privada (PPP). A expectativa é que, juntas, as duas unidades, uma em cada cidade, produzam mais de 1,3 milhão de kWh/mês, reduzindo os custos operacionais de energia elétrica do Estado. Além disso, as estruturas, reguladas pela Superintendência de Parcerias e Concessões (Suparc) do Governo do Estado do Piauí, vão gerar emprego e renda para os municípios, impactando de forma positiva a economia local.

Enquanto a minusina de Altos vai atender a Secretaria de Estado da Administração (Sead), a de Campo Maior vai abastecer a Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi). A operacionalização de ambas deve ter início em 2022.

Para Viviane Moura, superintendente de PPP Piauí, que cumpre agenda de visitas aos terrenos onde serão implantadas as miniusinas de energia solar fotovoltaica do Piauí, o meio ambiente agradece. “É energia limpa e renovável, com redução significativa na emissão de carbono. Estamos em uma região onde o sol é abundante, então devemos transformar essa riqueza em desenvolvimento social e energia, que vai ser revertida em economia para os cofres públicos e redução de danos ao bioma”, aponta.

Ambas miniusinas serão gerenciadas por uma SPE (Concessionaria) que tem como principal acionista a empresa GNPW Participações S.A, uma empresa que já desenvolveu mais de 7GW de empreendimentos de geração no Brasil. “Nosso cronograma de obras para começar a gerar energia começa agora em setembro. Estamos fazendo os estudos prévios do solo, estudos hidrológicos e outros estudos. Até o fim de agosto de 2022 vamos começar a gerar energia para o sistema. Essa geração de energia, explicando de forma simples, usa uma fonte amplamente disponível, que é a energia solar. As placas fotovoltaicas recebem essa energia que é convertida em eletricidade para injetar no sistema. Estamos aproveitando algo abundante de forma sustentável”, explica o diretor da concessionária, Elizeu Campos.

Incluindo Altos e Campo Maior, ao todo, oito miniusinas serão implantadas pelo Piauí no modelo de PPP, com contratos válidos por 25 anos. A expectativa é que sejam criados cerca de 60 empregos por miniusina, com uma média salarial de R$ 3,5 mil. (Ascom Suparc)


Nenhum comentário:

Postar um comentário