quarta-feira, 19 de janeiro de 2022

Agespisa e IAEPI discutem operação dos sistemas da zona rural de Teresina

Em 2022, os sistemas devem ser repassados ao Sistema Integrado de Saneamento Rural (Sisar) Meio Norte 

Foto: Reprodução (Ascom/Agespisa)

Na manhã desta quinta-feira (19), representantes da Agespisa e do Instituto de Águas e Esgotos do Piauí (IAEPI) estiveram reunidos para discutir a operação dos sistemas de abastecimento de água da zona rural de Teresina. 

O presidente da Agespisa, Genival Sales, foi representado no encontro pelo assessor de Concessões, Fernando Alencar. Participaram da reunião também o diretor-geral do IAEPI, Magno Pires, os advogados Franz Beckenbauer e Catarina Braga e o assessor Marcelo Amorim. 

Com início de atividades previsto para este ano, o Sistema Integrado de Saneamento Rural (Sisar) Meio Norte será responsável pelo abastecimento de água, esgoto, tratamento de lixo e resíduos sólidos na zona rural dos municípios de Teresina, União, José de Freitas e Nazária. A organização não-governamental é financiada pelo Tesouro Estadual. 

Durante a reunião foram discutidos os trâmites para a formalização do repasse dos sistemas da zona rural da capital, que hoje são operados pela Agespisa. 

“Vamos formalizar o instrumento jurídico adequado, com base no contrato de programa e legislação específica, e encaminhar para o Instituto de Águas e Esgotos, que está articulando o início dos trabalhos do Sisar Meio Norte”, afirmou o assessor de Concessões, Fernando Alencar. 

Ele ressaltou ainda que a iniciativa dará cumprimento à exigência de universalização do abastecimento de água e esgotamento sanitário prevista no contrato de programa com a Prefeitura de Teresina. Atualmente, a Agespisa atende nove comunidades na zona rural de Teresina. (Ascom/Agespisa)

Nenhum comentário:

Postar um comentário