quinta-feira, 27 de janeiro de 2022

Teresina: FMS faz busca de pacientes com suspeita de hanseníase

Gilberto Albuquerque, fala sobre a necessidade de identificação de contatos e sobre a hanseníase 

Reprodução: FMS/Semcom

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) está fazendo a avaliação de contato de pacientes com hanseníase para identificar a descoberta de casos novos, diagnosticar casos na fase inicial, evitando sequelas por diagnóstico tardio e quebrar a cadeia de transmissão do bacilo transmissor da hanseníase. A atividade faz parte da Campanha Janeiro Roxo, que chama a atenção para a identificação e tratamento da hanseníase. 

Essa ação é realizada por médicos e enfermeiros da Diretoria de Vigilância em Saúde (DVS) com as equipes da Estratégia de Saúde da Família (ESF). O início foi dia 19 e prossegue até o dia 28. Nos pacientes, com suspeita, é realizado exame dermatoneurologico e aplicada a vacina BCG-id quando indicada. 

O presidente da FMS, Gilberto Albuquerque, fala sobre a necessidade de identificação de contatos e sobre a hanseníase. “A investigação de contatos domiciliares é uma ação importante de busca ativa de casos novos de Hanseníase. Essa doença é transmitida por meio das vias respiratórias, através da fala, tosse ou espirros de pessoas doentes que ainda não receberam tratamento medicamentoso”, diz. (FMS/Semcom) 


 

Nenhum comentário:

Postar um comentário