quarta-feira, 6 de outubro de 2021

Câmara aprova convocação de Guedes para esclarecer sobre offshore

A convocação apresentada pela oposição foi aprovada por 310 votos favoráveis contra 142

Foto: Pablo Valadares/Câmara dos Deputados 

O ministro da Economia, Paulo Guedes, foi convocado a prestar esclarecimentos no plenário da Câmara sobre a sociedade que mantém em uma offshore em paraíso fiscal. O requerimento de convocação, apresentado pela oposição, foi aprovado por 310 votos favoráveis contra 142. 

Guedes já tinha sido convocado por outras duas comissões da Câmara para falar sobre o assunto, as comissões de Trabalho, de Administração e Serviço Público e a de Fiscalização Financeira e Controle. Agora, no entanto, terá de comparecer a uma sessão no plenário da Casa, que ainda não tem data marcada, mas poderá ser realizada já na próxima semana. 

Os parlamentares querem ouvir explicações do ministro sobre uma offshore em seu nome que segue aberta nas Ilhas Virgens Britânicas. 

Além das convocações, no Senado, a Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) também aprovou convite para ouvir tanto Guedes quanto o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, que também possui offshores. Mas, como se trata de convite, os dois podem recusar a participação na audiência. 

No início da sessão da Câmara, o líder do governo, deputado Ricardo Barros (PP-PR), tentou transformar o requerimento de convocação em convite. Mas o plenário acabou confirmando a convocação do ministro, que agora será obrigado a comparecer. 

Na terça-feira, os advogados de Guedes informaram que irão protocolar uma petição à Procuradoria-Geral da República (PGR) e ao Supremo Tribunal Federal (STF) com esclarecimentos sobre a existência dessa offshore. Em nota, a defesa do ministro afirmou que Guedes "jamais atuou ou se posicionou de forma a colidir interesses públicos com privados". (Estadão Conteúdo) 

Nenhum comentário:

Postar um comentário