quarta-feira, 29 de junho de 2022

Jorge Lopes destaca a importância da adesão do ex-senador JVC à pré-campanha de Silvio Mendes para o Governo do Piauí

Na foto acima: O pré-candidato a deputado federal Jorge Lopes, a presidente do Podemos, Renata Abreu e o ex-senador João Vicente Claudino  

O pré-candidato a deputado federal Jorge Lopes (União Brasil), em rápida entrevista ao blogdoademarsousa.com.br, expressou sua alegria e sentimento de campanha vitoriosa do pré-candidato a governador Silvio Mendes (União Brasil) pela oposição, principalmente depois da chegada do ex-senador João Vicente Claudino, o JVC (Podemos) que se juntou à caminhada político-eleitoral deste ano. “O João Vicente é, sem dúvida, um idealista, pensador e entusiasta, em vê o Piauí desenvolvido e sustentável “, ressaltou Jorge Lopes, amigo pessoal de JVC de longas jornadas tanto na política partidária como no meio esportivo.  

Ele lembrou que ingressaram juntos no PSDB, a convite do ex-prefeito Wall Ferraz, onde (eu) Jorge Lopes, passei a exercer a Coordenação para implantação das Subprefeituras e a Subsecretaria de Agricultura do município. 

No Governo Mão Santa, eles estiveram juntos novamente como parceiros do ponto de vista político, em cargos e órgãos diferentes, João Vicente Claudino ocupou a Secretaria de Indústria e Comércio, enquanto Jorge Lopes ocupou a Diretoria Administrativo-Financeira do Emater (PI). 

O pré-candidato a deputado federal Jorge Lopes lembra ainda a vitoriosa campanha de JVC ao Senado e a corajosa campanha dele ao Governo. “Neste momento, o Piauí clama por mudança em seu destino e, por isso, a chegada do empresário João Vicente Claudino, nos entusiasma na perspectiva de geração de novas oportunidades de empregos possibilitando a melhoria da renda do trabalhador como um todo. Com certeza, vamos levar adiante a discussão de uma nova Lei de Incentivos Fiscais junto às indústrias e comércios, como fez com muito zelo o ex-senador JVC no Governo Mão Santa, disse otimista o pré-candidato a deputado federal Jorge Lopes (União Brasil).  


Nenhum comentário:

Postar um comentário