sexta-feira, 13 de março de 2020

Cemitério São José: “Governo Luciano Leitoa não respeita nem os mortos”, diz leitor deste blog



A situação é de indignação aliada a falta de respeito. É assim que pensa cada pessoa que têm parentes enterrados no Cemitério São José, no centro de Timon, espaço administrado pela Superintendência de Limpeza Pública e Urbanização de Timon, da Prefeitura de Timon.

Segundo fontes, a última ação de limpeza no local aconteceu ainda no mês de novembro de 2019. Um leitor assíduo deste espaço jornalístico blogdoademarsousa.com.br que pediu reserva do seu nome que é morador de Timon, não suportando tanta indignação pelo fato de ter dificuldades para visitar o túmulo de seus pais ente queridos sepultados naquele local, sapecou essa afirmação: “O governo Luciano Leitoa não respeita nem os mortos”.

Diante disso, está quase inviável novos sepultamentos no Cemitério São José, em Timon. Além disso, as pessoas que visitam os túmulos de parentes e amigos temem ataques de cobras, lagartos e insetos.


O blogdoademarsousa.com.br apurou que a situação é ainda pior no Cemitério João Germano, no bairro Formosa, na mesma cidade. Que coisa, hein! É uma vergonha!

Com a palavra o titular da Superintendência de Limpeza Pública e Urbanização de Timon, da Prefeitura de Timon, Carlos Zangirolami Sousa Silva, nomeado através da Portaria nº 0119/2020 e publicada no Diário Oficial do Município no dia 27 de fevereiro de 2020. Imagine: um sujeito com sobrenome complicado desse jeito só poderia ser mesmo difícil de resolver as demandas na área de limpeza pública. Até parece que foi trazido do outro mundo. Se bem que o prefeito Luciano Leitoa tem a obrigação e o dever moral de acompanhar a ineficiência de alguns de seus auxiliares inertes. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário