segunda-feira, 27 de setembro de 2021

SAÚDE: HUT irá reativar capacitação para doação de órgãos na capital piauiense

O HUT é hoje o hospital com maior potencial de doação de múltiplos órgãos e tecidos do Estado   

Foto: Reprodução (HUT)

Para celebrar o Dia Nacional da Doação de Órgãos, em 27 de setembro a “Campanha Setembro Verde” é realizada todos os anos para conscientizar a sociedade sobre a importância da doação. Nesse contexto o Hospital de Urgência de Teresina (HUT) em parceria com a Central de Transplantes do Piauí irá reativar a Comissão Intra-Hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplante (CIHDOTT), identificando os potenciais doadores, promovendo uma entrevista familiar adequada e melhorando a articulação do Hospital com a Central de Notificação. 

A CIHDOTT será reconstituída por médicos, psicólogos, assistentes sociais e enfermeiros, com funcionamento 24 horas para melhorar a organização e a ampliação do processo de captação de órgãos. 

O HUT é hoje o hospital com maior potencial de doação de múltiplos órgãos e tecidos do Estado devido ao perfil de pacientes de alta complexidade que são atendidos diariamente na unidade e o debate constante desse assunto nos ajuda a aumentar o número de doações. Ressaltou Lourdes Veras, médica, coordenadora da Central de Transplantes. 

Fábio Marcos, diretor geral do HUT lembra que em 2017 houve a maior notificação de doações já registradas no Estado e isso foi possível devido à atuação da CIHDOTT no processo de transplantes do Estado. “É nosso compromisso social recomeçar e reativar essa comissão no Hospital para notificar mais doadores e reduzir a lista de espera por um órgão. Isso será mais um indicador que nosso objetivo de salvar vidas está sendo cumprido”. Garantiu. 

Para tornar o processo mais seguro e transparente o HUT irá revisar seu protocolo de morte encefálica isso irá facilitar os diagnósticos, além disso, com a capacitação dos médicos e demais membros da comissão, os potenciais doadores de órgãos serão melhor conduzidos tornando o processo mais rápido e menos doloroso para a família que está em processo de luto. Explica o diretor clínico, Hormone Rodrigues. 

Doação de órgãos é um ato nobre que pode salvar vidas. Muitas vezes, o transplante de órgãos pode ser única esperança de vida ou a oportunidade de um recomeço para pessoas que precisam de doação. (Semcom) 

Nenhum comentário:

Postar um comentário