quinta-feira, 30 de setembro de 2021

"Timon parou, Timon está parada", afirma Comandante Schnneyder durante entrevista

Foto: Reprodução
Durante entrevista no início da tarde desta quinta-feira, 30, no Programa Tribuna Piauí, da TV Band, aos jornalistas Tony Trindade, Luan Leal e Gustavo Almeida, o pré-candidato a deputado estadual Comandante Schnneyder afirmou que "Timon parou".  

"Timon parou. Hoje a gente vê esse clamor da população por mudança ainda maior do que no ano passado durante as eleições. Hoje, as redes sociais mostram esse desconforto dos timonenses e nós como verdadeira oposição temos estado junto da população. Temos visto muita insatisfação, há aí relatos de atraso de salários em várias secretarias, não há uma liderança efetiva da prefeita que ainda está, pois o que a gente vê é ainda o mando dos ex-prefeitos por trás de tudo. Timon parou, Timon está parada".  

Schnneyder ressaltou ainda que são os investimentos do governo do Estado que movimentam Timon, pois o governo municipal "não tem uma obra feita com recursos próprios". "Para se ter uma ideia, hoje estamos finalizando nove meses dessa gestão e a prefeitura já arrecadou mais de R$ 52 milhões somente de FPM, fora os recursos da Saúde e da Educação e como não se vêem obras, não se vêem ações de melhoria da qualidade de vida da população então não se justifica que algumas secretarias estejam aí com quatro, cinco meses de salários atrasados".  

Ao ser questionado sobre as eleições de 2022 e quanto à sua pré-candidatura à deputado estadual Schnneyder ressaltou que ouve a população e que esse é um caminho natural de continuação do projeto construído nas eleições de 2020.  

"Vejo essa eleição como a continuidade de um projeto e essa relação que foi construída com a população nós temos mantido todos os dias, as famílias continuam nos recebendo em suas casas. Mantenho uma agenda direta com a população, que nos procura pelo WhatsApp, pelas redes sociais e esse feedback tem sido demonstrado pela população timonense". 

Schnneyder também pontuou que sempre foi bem recepcionado por onde passou como militar e que em Timon aceitou o desafio que a população lhe trouxe, de entrar para a política. "Eu não sou um desconhecido no Maranhão, aonde passei eu deixei um legado, deixei uma história e em Timon, de uma forma especial, eu aceitei esse desafio da política. E quero dizer para os timonenses que nessa liderança da oposição vocês podem confiar".  

Schnneyder também reforçou seu alinhamento com o vice-governador Carlos Brandão, ressaltou que discute constantemente com ele sobre a política da região do leste maranhense e que ao assumir o governo do Estado em abril de 2022, Carlos Brandão será um forte candidato à reeleição. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário