sexta-feira, 29 de outubro de 2021

Cancelada solenidade de entrega do título de cidadania do ministro da Infraestrutura

A informação foi repassada pelo presidente da Casa, Themístocles Filho 

Foto: Reprodução (Alepi)

Na sessão plenária desta quinta-feira (28) da Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi) foi anunciado que a solenidade de entrega do título de cidadania piauiense para o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, foi cancelada devido a uma possível greve dos caminhoneiros. A informação foi repassada pelo presidente da Casa, Themístocles Filho. O ministro é um dos principais interlocutores das negociações com a categoria por isso sua presença em Brasília é indispensável neste momento. Uma nova data para o evento será definida.  

O Projeto de Decreto Legislativo que propôs a entrega do título ao ministro é de autoria do deputado estadual Júlio Arcoverde (Progressistas). Em sua proposição, o parlamentar disse que essa concessão é uma forma de “reconhecer os relevantes trabalhos desenvolvidos [pelo ministro] na atuação na área de infraestrutura no cenário nacional, bem como, por prestar relevantes serviços de interesse público ao Estado do Piauí”. 

Outros eventos seguem mantidos  

Audiência Pública  

O deputado Ziza Carvalho (PT)valho (PT) marcou Audiência Pública para o dia 3 de novembro, às 9h, no Cine Teatro da Alepi, no intuito de discutir Projeto de Lei de sua autoria que trata do incentivo à pesquisa científica com Cannabis Sativa e sobre a política estadual de seu uso para fins medicinais. 

Títulos de cidadania 

Na Alepi há três solenidades de entrega de título de cidadania piauiense marcadas para o mês de novembro. Elas serão às 10h dos dias 16, 17 e 18 para, respectivamente, Ana Letícia Anarelli Rosati Leonel, Marcos Sérgio Barbosa de Oliveira e Maurício Gomes de Souza. 

O deputado Evaldo Gomes (Solidariedade) foi o autor da concessão do título para Ana Letícia Anarelli Rosati Leonel, que já atuou na Defensoria Pública do Estado do Piauí (DPE) e atualmente é Consultora Jurídica do Tribunal de Justiça do Estado do Piauí (TJPI) e professora da Faculdade Integral Diferencial (Facid-Devry). 

O pastor Marcos Sérgio Barbosa de Oliveira, conforme o deputado Coronel Carlos Augusto, proponente da entrega do título, veio morar em Teresina aos 16 anos e aqui permanece já por 31. Além de ser Pastor Presidente do Ministério Filadélfia Internacional, tem atuado em projeto para construção de casas para pessoas carentes e é presidente da comunidade terapêutica Filadélfia, que ajuda dependentes químicos. 

Georgiano Neto, parlamentar pelo PSD, elaborou o Projeto de Decreto Legislativo que concede o título de cidadania a Maurício Gomes de Souza, que é natural de Salvador (BA) e foi aprovado para o cargo de promotor de justiça do Piauí em 2002. Entre diversos trabalhos, Souza participou da criação e instalação da Promotoria de Justiça Regional Agrária do Estado do Piauí e atuou como o primeiro promotor agrário do Estado. (Alepi)


Nenhum comentário:

Postar um comentário