terça-feira, 19 de julho de 2022

Rafael Leitoa e Socorro Waquim devem ser responsabilizados pela segunda colocação de Brandão nas pesquisas de intenção de voto, em Timon

Isso vem causando desconforto no governador Carlos Brandão que esperava uma melhor performance

Socorro Waquim, Carlos Brandão e Rafael Leitoa

Encontrar culpados (as) pela falta de crescimento nas pesquisas em relação ao pré-candidato a governador à reeleição Carlos Brandão (PSB), em Timon, terceiro maior colégio eleitoral do Maranhão não parece ser uma tarefa tão difícil. Por exemplo, das quatro lideranças políticas que seguem o time de Brandão no município, basta apenas observar que os deputados Rafael Leitoa (PSB) e Socorro Waquim (PP) detém mais de 95% dos cargos públicos vinculados ao governo do estado, bem como as obras de infraestrutura e outras regalias. Enquanto isso, os outros líderes, sendo eles, o ex-candidato a prefeito em 2020, Coronel Schnneyder (MDB), sem cargos e sem obras, e o ex-vereador e suplente de deputado federal Leandro Bello (Podemos), sendo que, este último ainda pegou uma pequena fatia do bolo. Quer dizer, ele ainda foi contemplado com algo. Agora, o Coronel Schnneyder mesmo aparecendo como líder nas pesquisas de intenção de voto para deputado estadual ficou fora de tudo, ou seja, sem nada. Ficou só a ver navios.  

Diante da insatisfação do governador Brandão com o segundo lugar nas pesquisas em Timon, conforme divulgou um blog, mencionando que ele cumprirá agenda administrativa e política neste sábado (23) no município, quando aproveitará para dar puxão de orelha em seus aliados. O mesmo blog esqueceu ou omitiu propositalmente quem são os (as) verdadeiros (as) culpados (as) pela falta de melhor desempenho nas pesquisas. Neste caso, se existe um mea-culpa ou responsabilidade deve ser atribuída aos deputados Rafael Leitoa e Socorro Waquim. Afinal de contas, Brandão centralizou todo o Poder na dupla de parlamentares. Então, o desafio está lançado para a mesma dupla melhorar a performance dele nas pesquisas e, mais do que isto, conseguir transferir votos. Ah, bom! 

A maior causa disso, seria falta de mobilização, falta de planejamento estratégico, falta de engajamento, falta de liderança estratégica, falta de articulação política ou desgaste político dos mesmos? 


Um comentário:

  1. A culpa é do próprio governador Carlos Brandão que assumiu o governo em abril e até hj tem adversários seus comandando pastas em timon. Se tivesse tomado providências logo que assumiu as coisas não estavam como está hj.

    ResponderExcluir