Federação PDT, PSB e Solidariedade deve unir a família "Leitoa" em Timon

0
Deputado Rafael Leitoa podendo voltar à sua origem 

Desde que a Justiça Eleitoral instituiu as federações partidárias, situações inimagináveis poderão acontecer no cenário político. E no Maranhão, por exemplo, os olhares estão voltados para o terceiro maior colégio eleitoral do Estado, que é o município de Timon. Diante disso, Timon poderá protagonizar a reaproximação política do deputado estadual Rafael Leitoa (PSB) com os demais membros da família "Leitoa", entre eles, Chico Leitoa (ex-prefeito, ex-deputado federal e estadual) e Luciano Leitoa (ex-prefeito, ex-deputado federal e estadual), ambos do PDT.

É quase consenso, por parte dos presidentes nacionais de ambas as siglas (PSB e PDT), que com a formação da federação, neste caso, terá prioridade no pleito 2024, o prefeito (a) que for para à reeleição.

Nesse sentido, Dinair Veloso (PDT), alçada à cadeira da Chefia do Poder Executivo Municipal, em 2020, pela família "Leitoa", será a pré-candidata natural da federação, o que impediria o deputado Rafael Leitoa de disputar a eleição em 2024, uma vez que a janela partidária para ele somente terá abertura em 2026.

Como se sabe, tal possibilidade foi confirmada durante a fala do senador Weverton Rocha (PDT), quando visitou Timon na semana passada.

Pelo visto, o governador Carlos Brandão (PSB) não terá grandes empecilhos em alinhar uma aliança entre o atual líder do governo deputado Rafael Leitoa e a prefeita Dinair Veloso, já que a federação se encarregará de fazer o trabalho mais espinhoso: demover Rafael da ideia de ser pré-candidato a prefeito em 2024.


Postar um comentário

0 Comentários

Postar um comentário (0)

#buttons=(Ok, Vamos em frente!) #days=(20)

Nosso site usa cookies para melhorar sua experiência. Verifique agora
Ok, Vamos em frente!