TIMON: Secretaria de Saúde investe em capacitação para enfrentamento da dengue, zika e chikungunya

0

Fotos: CGCom/Sems/PMT

Enfermeiros, técnicos em enfermagem, agentes comunitários de saúde e agentes de combate às endemias da Secretaria Municipal de Saúde participaram de capacitação para intensificar o enfrentamento de arboviroses em Timon. O treinamento iniciou na semana passada e será concluído na tarde desta segunda-feira (3), na Fundação Cidadania.

O período chuvoso tem contribuído para a proliferação do mosquito Aedes aegypti, transmissor de arboviroses como dengue, zika e chikungunya. O objetivo da capacitação é reforçar as estratégias dos profissionais da Atenção Primária para a identificação e enfrentamento dos casos das doenças.

O treinamento foi ministrado pelo biólogo da Coordenação de Endemias da Secretaria Municipal de Saúde, Allanderson Carlos, e o coordenadora do Laboratório Municipal, Breysson Felipe. Na capacitação, eles abordaram a biologia do vetor Aedes aegypiti, o ciclo de reprodução do mosquito, práticas operacionais em campo, sintomas das arboviroses e a importância de notificação.

“Este público que participa da capacitação é o que está mais próximo da população. Nosso objetivo é que eles possam perceber os sintomas e encaminhar para as unidades básicas de atendimento para que as pessoas não tenham complicações. Também reforçamos a importância de como distinguir as três principais arborviroses e quais sintomas da dengue,zika, chikungunya. Arbovirose é o nome que damos ao grupo de doenças causadas pelos arbovírus”, explica o biólogo.

Timon disponibiliza sete pontos de coleta para diagnóstico de Dengue, Zika e Chikungunya

A diretora da Vigilância em Saúde, Karla Emanuella, também participou do treinamento e falou da importância na notificação dos casos suspeitos das doenças. Ela explicou que a adoção de algumas estratégias depende de índices e que os profissionais devem ficar em alerta para notificar dengue, zika e chikungunya.

A Secretaria Municipal de Saúde de Timon disponibiliza sete pontos de coleta para diagnóstico de arboviroses. Além do Laboratório Municipal de Análises Clínicas, os exames para dengue, zika e chikungunya podem ser realizados em cinco Unidades Básicas de Saúde e na Policlínica do município.

Em casos suspeitos de chikungunya, o exame deve ser feito do 1º ao 5º dia do início dos sintomas. Para suspeita de dengue ou zika, o ideal é que a pesquisa sorológica seja feita a partir do 6º dia.

Para realização dos exames é necessário apresentar: RG, CPF, Cartão do SUS e solicitação médica da Unidade Básica de saúde onde o paciente foi atendido. As amostras de sangue são enviadas para o Laboratório Municipal (LAC), em Timon. O resultado sai entre sete a dez dias.

VEJA OS PONTOS DE COLETA

LABORATÓRIO MUNICIPAL – SEGUNDA A SEXTA (DAS 07h ÀS 10h)

POLICLÍNICA MUNICIPAL- SEGUNDA A SEXTA (DAS 7h ÀS 8h)

UBS BOA VISTA – ÀS QUINTAS (DAS 7h ÀS 8h)

UBS VILA ANGÉLICA- ÀS QUINTAS (DAS 7h ÀS 8h)

UBS NOVO TEMPO – ÀS SEXTAS (DAS 7h ÀS 8h)

UBS PARQUE ALVORADA- ÀS SEXTAS (DAS 7h ÀS 8h)

UBS NOVO TEMPO- ÀS SEXTAS (DAS 7h ÀS 8h)

Fonte: CGCom/Sems/PMT 

Postar um comentário

0 Comentários

Postar um comentário (0)

#buttons=(Ok, Vamos em frente!) #days=(20)

Nosso site usa cookies para melhorar sua experiência. Verifique agora
Ok, Vamos em frente!