Governo do Piauí inaugura primeira unidade especializada em AVC da rede pública estadual

0

A unidade instalada no HGV conta com 10 leitos e possui o maior nível de complexidade de diagnóstico e tratamento especializado da doença

Foto: Reproduçãao (Ascom/Sesapi)

O Governo do Piauí, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi), inaugurou, nesta segunda-feira (12), a primeira unidade pública especializada no tratamento de pacientes vítimas de Acidente Vascular Cerebral (AVC) tipo III do estado. Essa possui o maior nível de complexidade de diagnóstico e tratamento especializado dos casos da doença.

A unidade foi instalada no maior hospital público do estado, o Hospital Getúlio Vargas (HGV), e conta com 10 leitos e uma equipe especializada, composta por sete neurologistas, sete clínicos gerais, médicos endovasculares, enfermeiras, fisioterapeutas e fonoaudiólogos.

A nova unidade é um reforço aos trabalhos desenvolvidos pelas Linha de Cuidados do AVC dos hospitais regionais, que já atenderam mais de 1.200 pacientes. Desses, 220 receberam o trombolítico, medicamento usado nesses casos. “É uma oportunidade única para levar o tratamento do AVC a um novo patamar, disponibilizando uma unidade tipo III”, explicou o secretário de Estado da Saúde, Antonio Luiz Soares.

O superintendente de Gestão da Rede de Média e Alta Complexidade da Sesapi, Dirceu Campelo, afirmou que a unidade permite oferecer um atendimento mais eficaz e rápido às pessoas acometidos pelo AVC, doença com maior índice de mortalidade no Brasil e no Piauí. “Teremos médicos clínicos com experiência em unidade de terapia intensiva e pacientes críticos, além de neurologistas 24 horas por dia”, ressaltou o gestor.

Além da unidade de AVC do HGV, Teresina contará com uma rede de apoio de outras unidades hospitalares para garantir um melhor atendimento ao pacientes com AVC. Isso significa que as pessoas receberão um tratamento mais completo e integrado, com suporte de uma equipe multidisciplinar e tecnologias avançadas. “Essa rede é fundamental para que possamos oferecer um atendimento de excelência aos pacientes, especialmente em casos mais complexos e de alta gravidade”, ressaltou o secretário Antonio Luiz. Fonte: Ascom Sesapi

Postar um comentário

0 Comentários

Postar um comentário (0)

#buttons=(Ok, Vamos em frente!) #days=(20)

Nosso site usa cookies para melhorar sua experiência. Verifique agora
Ok, Vamos em frente!