Em um mês, Consultório Na Rua de Timon realiza 271 atendimentos a pessoas em situação de extrema vulnerabilidade

0
Fotos: CGCom/Sems/PMT

As pessoas que vivem em situação de extrema vulnerabilidade em Timon estão com maior acesso aos serviços de saúde. Inaugurado no início do mês de junho, o Consultório na Rua, política implementada no município por meio da parceria entre a Prefeitura e o Ministério da Saúde, já alcançou o índice positivo de 271 atendimentos.

O Consultório Na Rua é composto por equipe multidisciplinar de médico, assistente social, enfermeiro e técnico em enfermagem. Em uma van itinerante, os profissionais realizam uma busca ativa por pessoas em situação de rua e oferecem os serviços de saúde.

Dentre os 271 atendimentos realizados no mês de junho, estão consultas médicas, enfermagem, vacinas, testes de Infecções Sexualmente Transmissíveis, aferição de pressão arterial e glicemia, curativos, encaminhamentos para urgência e medicações.

A equipe trabalha 30 horas semanais, de segunda a sexta, no horário das 15h às 21h em vários pontos estratégicos onde geralmente há pessoas em situação de rua.

“É uma verdadeira busca ativa. O Consultório Na Rua é exclusivo para pessoas em situação de rua. São pessoas que geralmente não buscam atendimento nas Unidades Básica de Saúde, por vários motivos, e sua saúde fica negligenciada. Então, a Prefeitura de Timon, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, implementou essa importante política de saúde. Na van, fica o médico e toda equipe buscando esse usuário para oferecer a ele saúde integral. Quero aqui destacar a parceria importante entre a Secretaria Municipal de Saúde e a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, a Semdes, que fez todo mapeamento deste público”, destaca o secretário municipal de saúde, Márcio Sá.

Profissionais capacitados

Antes de implementar este serviço em Timon, a Secretaria Municipal de Saúde investiu na capacitação dos profissionais que iriam atuar no Consultório Na Rua. As equipes da Rede de Atenção Primária do município de Timon participaram de treinamento.

“Nas capacitações trabalhamos a questão logística do Consultório na Rua, como trabalhar com essa população, as especificidades. Convidamos equipes de Consultório Na Rua de cidade que já tem referência neste atendimento, e assim trocamos experiências e aprendemos mais especialmente sobre a importância das parcerias na execução do Consultório Na Rua”, ressalta Aline Fonseca, coordenadora do Consultório Na Rua. (CGCom/Sems/PMT)


Postar um comentário

0 Comentários

Postar um comentário (0)

#buttons=(Ok, Vamos em frente!) #days=(20)

Nosso site usa cookies para melhorar sua experiência. Verifique agora
Ok, Vamos em frente!