Governo do Piauí inicia a realização de cirurgias cardíacas no Hospital Infantil Lucídio Portella

0

O novo serviço de cirurgias cardíacas no HILP integra a Linha de Cuidado da Cardiopatia Congênita

Fotos: Reprodução (Ascom/Sesapi)

O dia 31 de julho ficará marcado para sempre na vida do pequeno Heitor Lisboa, de quase 2 anos de idade. Ele foi o primeiro paciente a passar por uma cirurgia cardíaca no Hospital Infantil Lucídio Portella (HILP), em Teresina. Heitor foi submetido a uma correção de canal arterial persistente, primeiro procedimento a ser realizado no HILP.

O novo serviço de cirurgias cardíacas no HILP integra a Linha de Cuidado da Cardiopatia Congênita, que faz parte do Plano de Expansão da Rede de Média e Alta Complexidade da Secretaria de Estado da Saúde do Piauí (Sesapi). O procedimento realizado é considerado um marco histórico na medicina do Piauí.

O garoto foi diagnosticado com o problema cardíaco em seu segundo dia de vida e, desde então, faz acompanhamento médico constante para garantir que sua condição clínica permaneça estável.

“Desde o primeiro mês de vida nós fazemos o acompanhamento médico e ele nunca havia apresentado nenhum problema ou dificuldade causado pela condição. Quatro meses atrás nós percebemos que ele passou a apresentar cansaço, perda de peso e procuramos logo o serviço de saúde para saber o que estava acontecendo”, conta Francilene Rodrigues, mãe de Heitor.

Após o encaminhamento para o Hospital Infantil foi identificada a necessidade de um procedimento cirúrgico para evitar complicações maiores à saúde da criança. “Nós já estávamos na fila de espera pela cirurgia quando ficamos aliviados ao ver nos jornais que o Hospital Infantil estava implantando o serviço de cirurgias cardíacas. Logo procuramos o hospital para saber como poderíamos proceder. Na última quarta-feira, a equipe do HILP entrou em contato conosco e pediu para irmos fazer exames. Após os exames, ele foi internado no dia 30 de julho e neste dia 31 o Heitor realizou a cirurgia”, ressalta Francilene.

A Linha de Cuidado para o tratamento dos pacientes com Cardiopatia Congênita foi desenvolvida pelos técnicos do Hospital Infantil em conjunto com a equipe de cirurgia cardíaca. “Na fase inicial de implantação do serviço aconteceu a capacitação de todas as equipes do centro cirúrgico e terapia intensiva. As primeiras cirurgias serão realizadas de forma mais controlada. Ao passo que o serviço for se desenvolvendo, a complexidade e o quantitativo de procedimentos serão ampliados gradativamente”, explica o diretor de Unidade de Planejamento da Sesapi, Jônatas Melo.

A expectativa é que se realize dois procedimentos por semana. Antes, muitas crianças realizavam suas cirurgias fora do Piauí por meio do Programa TFD (Tratamento Fora de Domicílio).

O superintendente de Gestão da Rede de Média e Alta Complexidade da Sesapi, Dirceu Campêlo, explica que a chegada do serviço amplia a resolutividade do hospital na área da alta complexidade, tendo assim mais um serviço essencial para atender com qualidade os pequenos piauienses que chegarem até a unidade.

“É um avanço essencial para a medicina piauiense. O acesso ao serviço será via regulação, onde todas as crianças que receberem esse tratamento serão atendidas pela equipe cirúrgica em seu pré-operatório, quando indicado pelo cardiopediatra. Será feita a sua avaliação e elas serão acompanhadas pelos profissionais durante o tratamento e o seguimento ambulatorial pós-operatório”, explica o superintendente. Fonte: Ascom Sesapi



Postar um comentário

0 Comentários

Postar um comentário (0)

#buttons=(Ok, Vamos em frente!) #days=(20)

Nosso site usa cookies para melhorar sua experiência. Verifique agora
Ok, Vamos em frente!