MPPI: Tenente reformado da PM é condenado a mais de 29 anos de prisão pelo assassinato da ex-esposa em Teresina

0

A denúncia do caso foi assinada pelo promotor de Justiça Regis Marinho

Foto: Reprodução (Ascom/MPPI)

O Ministério Público do Piauí, por meio do promotor de Justiça João Malato Neto, atuou na condenação de Pedro José de Oliveira, tenente reformado da Polícia Militar do Piauí, pelo assassinato da ex-esposa, Marilena Pereira da Rocha Oliveira. O julgamento ocorreu ontem, 13 de dezembro, na 2ª Vara do Tribunal do Júri de Teresina.

O réu foi condenado a 29 anos e quatro meses de reclusão, em regime fechado pelo crime de feminicídio, e três meses e 15 dias pelo crime de descumprimento de medida protetiva de urgência. Foi determinada a prisão do réu e o seu encaminhamento ao presídio local.

O crime ocorreu em janeiro ao ano passado, no bairro Mocambinho, zona norte de Teresina. Marilena andava de bicicleta na rua quando foi seguida e alvejada com três tiros.

A vítima chegou a ser socorrida e passou três dias no Hospital de Urgência de Teresina (HUT), mas não resistiu.

A denúncia do caso foi assinada pelo promotor de Justiça Regis Marinho. (Com informações do MPPI)


Postar um comentário

0 Comentários

Postar um comentário (0)

#buttons=(Ok, Vamos em frente!) #days=(20)

Nosso site usa cookies para melhorar sua experiência. Verifique agora
Ok, Vamos em frente!