sábado, 31 de julho de 2021

Arthur Lira espera votar reformas tributária e política na volta do recesso

Lira elogiou indicação de Ciro Nogueira para a Casa Civil e comentou avanço na vacinação contra a Covid-19

Foto: Reprodução/Câmara dos Deputados

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), declarou nesta entrevista à imprensa, que espera votar as reformas tributária (PL 2337/21) e política (PEC 125/11) com a volta dos trabalhos após o recesso legislativo, que vai até o dia 31. O presidente da Câmara ainda afirmou que a agenda legislativa inclui a privatização dos serviços postais (PL 591/21) e a reforma administrativa (PEC 32/20), que segundo ele deve entrar na pauta do Plenário até novembro.

Arthur Lira disse que a reforma tributária pode ser votada com "muita tranquilidade", pois segundo ele o assunto já se encontra bem amadurecido entre os líderes partidários. "A Câmara, com muita tranquilidade, transparência e paciência, deixou o projeto por mais 15 dias do recesso para que sofresse críticas construtivas e recebesse propostas para melhorar o ambiente de negócios com um imposto mais justo", explicou.

Lira destacou a importância de baixar o Imposto de Renda do setor produtivo. "No Brasil nós temos que nos acostumar com impostos mais justos, pagar mais quem ganha mais", disse. Ele apontou para a necessidade das reformas e privatizações para ajustar a máquina pública, tornando-a mais simples, mais ágil e mais moderna. "Que o Brasil possa precificar o serviço público, sem retirar de nenhum servidor nenhum direito adquirido."

Partidos e eleições

O presidente da Câmara negou que a reforma política esteja sendo feita às pressas. "Não tem açodamento. A comissão especial ainda tem muito embate e discussão, o que é normal", comentou. Arthur Lira avalia que o sistema eleitoral deve manter a previsão de enxugamento do número de partidos. "Ajustes precisam ser feitos. Estamos indo para o caminho de fusões partidárias e extinção de siglas que não alcançarão a cláusula de barreira. Teremos um sistema político mais estável", prevê.

Arthur Lira ainda destacou a importância de prestigiar o voto para as mulheres, com vagas fixas na Câmara dos Deputados. Ele ainda avalia que o modelo do distritão, que adota as eleições majoritárias para as vagas de deputados federais e estaduais, deve ser decidido apenas no Plenário. "Os presidentes de partido estão pensando de uma forma e os deputados de outra", observou.

Sobre a proposta de adoção do voto impresso, Arthur Lira declarou que confia na Justiça Eleitoral e lembrou que foi eleito pelo sistema atual das urnas eletrônicas por oito vezes. No entanto, o presidente da Câmara considera possível aumentar o rigor de auditagem das eleições. "Vamos ter eleições limpas e transparentes em outubro do ano que vem. Não tem possibilidade de ruptura política democrática no Brasil", assegurou.

"Trabalhamos sempre para apaziguar, manter o equilíbrio e fazer com que o Brasil tenha previsibilidade. Não há outra maneira senão eleições limpas e transparentes. qualquer outra maneira não tem apoio institucional do Congresso", completou Lira.

Fundo Eleitoral e Orçamento

O presidente da Câmara esclareceu que o valor do Fundo para Financiamento da Campanha Eleitoral do ano que vem só será definido com a votação da Lei Orçamentária Anual (LOA), entre novembro e dezembro. Ele observou que uma estimativa, com base no orçamento da Justiça Eleitoral dos últimos anos, aponta que o valor do fundo aumentaria de R$ 2 bilhões para quase R$ 4,4 bilhões, mas não para R$ 5,7 bilhões, como foi divulgado após a aprovação da Lei de Diretrizes Orçamentárias (PLN 3/21) antes do recesso parlamentar.

Arthur Lira ponderou que as eleições do ano que vem têm mais candidatos do que as eleições municipais e, sem financiamento privado, o financiamento público é necessário. "Se não tiver orçamento, talvez vai vir recursos das milícias e do tráfico", alertou.

Vacinação e economia

O presidente da Câmara celebrou a aceleração do Programa Nacional de Vacinação contra a Covid-19. "Estamos chegando a 100 milhões de vacinados com a primeira dose. Vamos ser o País que mais vai vacinar no mundo até novembro", aposta. Arthur Lira notou que, com isso, há uma previsão muito forte de crescimento na economia, na indústria e no setor primário.

"Voltaremos ao normal que nós tínhamos. Passamos por momentos muito difíceis. Que tenhamos em 2021 um ano mais arrumado. O Brasil é um país forte, com povo trabalhador e todas as condições para receber investimentos externos", disse.

Lira novamente pediu a união de todos para o combate à pandemia. "Não temos receita pronta, temos que nos unir. No Congresso fizemos tudo para atender estados e municípios, enquanto o governo federal repassou os recursos", lembrou. "Precisamos focar no interesse comum, nas pessoas que estão na linha de frente do combate. O erro a gente apura depois que acabar a guerra. A partir daí a gente pode julgar quem errou."

Casa Civil

Arthur Lira aproveitou para elogiar a indicação do senador Ciro Nogueira (PP-PI) para ministro da Casa Civil. "Ciro Nogueira é um político com vasta experiência, tem bom trânsito e articulação. Faz a boa política que sofre preconceitos. Sem política não melhoramos em nada", ponderou.

O presidente da Câmara espera que o novo ministro proporcione uma articulação maior com o Congresso, com mais conversas e firmeza nas posições do governo. "É o ministério mais importante, que organiza a espinha dorsal do governo. Precisamos ter previsibilidade e tranquilidade, para que o País saia deste sobressalto", disse.

De acordo com Arthur Lira, sua relação com Ciro Nogueira sempre foi de amizade, cordialidade e parceria dentro do partido. "É uma visão clara de que o governo quer conexão política. Demonstra que o caminho é o diálogo e não há risco nenhum à democracia", analisou.

O presidente da Câmara ainda destacou a importância dos partidos de centro para sustentar os presidentes eleitos, que precisam do apoio do Parlamento para votar as propostas das eleições. "Enquanto não avançarmos com a reforma eleitoral e diminuirmos o número de partidos, o governo de coalizão sempre será a saída", analisou. "O importante é que sabemos de nossa missão: dar estabilidade e votar pautas que interessam ao Brasil, independentemente de governo, sabendo dos limites e responsabilidades, ainda mais saindo da pandemia."

Impeachment

Ao comentar sobre os pedidos de abertura de impeachment, Arthur Lira afirmou que não há característica que fundamente uma ruptura institucional no momento. Ele novamente defendeu discussão na Câmara sobre o regime semipresidencialista, que na sua opinião poderia reduzir a instabilidade política. O presidente da Câmara ponderou que o semipresidencialismo seria adotado somente em 2026, e não nas próximas eleições. "Aí sim seria casuísmo", comentou.

Arthur Lira ainda lembrou que todos os presidentes eleitos após a redemocratização tiveram pedidos de abertura de impeachment. "Ibsen Pinheiro abriu o processo contra Collor. Aécio Neves não abriu contra Fernando Henrique Cardoso. Arlindo Chinaglia não abriu contra Lula. E Eduardo Cunha abriu o processo contra Dilma Rousseff", relatou. "Herdei quase 70 pedidos de impeachment que não foram analisados pelo ex-presidente da Câmara", lembrou. (Agência Câmara de Notícias)

sexta-feira, 30 de julho de 2021

Piauí registra queda nos óbitos por Covid no mês de julho

Os números atestam também que houve redução de ocupação de leitos de UTI nos hospitais do Estado

Foto: Reprodução/CCom/Sesapi                            

A Secretaria de Estado da Saúde, através do Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (CIEVS), constata redução de 70,16% do número de óbitos por Covid-19 em julho de 2021, em relação ao mesmo período de 2020. Em julho de 2020, o número de mortes pelo novo coronavírus chegou a 667. No mesmo período de 2021, foram 199 óbitos durante o mês de julho (até o dia 29/07).

Nas últimas 24 horas, o boletim da Sesapi registrou quatro óbitos por Covid. No dia 29 de junho deste ano, foram 10 óbitos.

O número de ocupação de leitos por pacientes Covid também reduziu. Dia 29 de junho de 2021, 83,2% dos leitos de UTI estavam ocupados no interior do Estado e 70,9% na capital. Já no dia 29 de julho de 2021, 56,1% dos leitos de UTI ocupados no interior e 44,9% na capital.

Segundo o Superintendente de Atenção Primária à Saúde e Municípios da Sesapi, Herlon Guimarães, a redução de óbitos e de ocupação de leitos por pacientes Covid é um reflexo da vacinação. “Pelo menos 40,92% da população do Piauí já está vacinada com a primeira dose. A vacinação segue avançando no Estado e, assim, vamos conseguir quebrar o ciclo de transmissão do coronavírus”, diz Herlon.

O Secretário de Estado da Saúde, Florentino Neto, explica que, com a vacinação, a tendência é que o número de óbitos reduza cada vez mais e a ocupação de leitos também, mas ressalta a importância de continuar mantendo os cuidados. “A população ainda não pode relaxar e deve continuar usando máscaras, higienizando as mãos e mantendo o distanciamento social. Já temos a possibilidade de dias melhores pela frente”, comemora o gestor. (CCom/Sesapi) 

 

quinta-feira, 29 de julho de 2021

Ciro Nogueira defende aliança de Bolsonaro com o Centrão

No primeiro dia de expediente como ministro da Casa Civil, Ciro afirma que Bolsonaro não pode ser chamado de "golpista"

Foto: Reprodução/Twitter

No primeiro dia de expediente como ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira (PP-PI) foi às redes sociais, nesta quinta-feira (29/7), para rebater as críticas à aproximação do presidente Jair Bolsonaro com o Centrão. Um dos líderes desse grupo político, que assume cada vez mais o controle do governo, o ministro disse que o mandatário não pode ser chamado de "golpista", porque, segundo ele, tem optado pela composição política.

"O gesto do presidente é na direção da dinâmica política, partidária e democrática. E ainda assim, como é normal, despencam críticas e chavões contra ele e seu governo pela aliança com o Centrão. Então, um dia ele é golpista. No dia em que não é, torna-se velha política", disse Ciro Nogueira, acrescentando: "Claro que há de tudo nisso, menos um mínimo de razoável equilíbrio nas análises. Ele não pode ser golpista e (fazer) velha política ao mesmo tempo. E essa contradição das críticas expõe mais os que o criticam do que o criticado".

O texto foi acompanhado da foto de um artigo intitulado "O presidente nunca pode estar certo?", publicado no jornal Folha de S.Paulo e de autoria do jornalista, consultor de comunicação e escritor Mário Rosa. Logo na abertura, o artigo, que faz referência à nomeação de Nogueira como ministro, diz que "Jair Bolsonaro não pode ser acusado de fascista, golpista e antidemocrata e, ao mesmo tempo, ao atrair um político experiente e presidente de um partido tradicional, receber a pecha de 'contraditório', 'velha política' e outros adjetivos que pipocaram por aí". 

A nomeação de Ciro Nogueira como membro do seleto grupo de ministros que despacham no Palácio do Planalto faz parte de uma minirreforma ministerial que tem o objetivo de melhorar a articulação com o Congresso, principalmente no Senado, onde as investigações da CPI da Covid têm trazido desgastes para o governo. As mudanças, que incluem a recriação do Ministério do Trabalho e Previdência, foram cercadas de críticas a uma suposta contradição de Bolsonaro, que, durante a campanha presidencial, prometeu acabar com o "toma lá dá cá" da "velha política". O presidente também chegou a dizer que o Centrão representa "a nata do que há de pior no Brasil". 

Bolsonaro passou a ser chamado de "golpista" por opositores em razão das várias ameaças que fez à realização das eleições de 2022, que não vão acontecer, segundo ele, se o Congresso não aprovar a PEC que institui o voto impresso. Essa proposta deve ser derrubada na comissão especial da Câmara, em votação marcada para o próximo dia 5. Dos 34 membros do colegiado, 20 são contra o voto impresso.

Fazer avançar essa PEC é uma das prioridades da gestão de Ciro Nogueira à frente da Casa Civil. Na relação com o Congresso, além de articular a votação de matérias de interesse do governo, o ministro também vai controlar a liberação de verbas de emendas parlamentares ao orçamento.

Primeiro dia de expediente

Nesta quinta-feira, o único compromisso de trabalho na agenda de Ciro Nogueira era receber, pela manhã, o presidente do Banco do Brasil, Fausto de Andrade Ribeiro. Ele foi indicado ao comando do BB pelo presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), outro cacique do Centrão.

Depois da audiência com Ribeiro, Ciro Nogueira recebeu para um almoço, em seu gabinete na Casa Civil, a filha caçula, Duda Nogueira, e a deputada Iracema Portella (PP-PI). (Correio Braziliense)

Garanta já a compra dessa casa nova com ótima localização em Timon (MA)

Quer morar bem? Sim. Isso mesmo! Então, você não pode perder essa chance de adquirir uma casa nova tendo ótima localização na Rua 20, fazendo esquina com a Rua B, ficando apenas 100 metros da BR-226, no bairro Parque Alvorada, em Timon (MA). Como se sabe, o terreno mede 10X20, sendo 105m de área construída. Assim, o investidor garantirá essa casa estruturada contando com garagem coberta para 02 (dois) carros; 03 (três) quartos, sendo 01 suíte e 01 (um) banheiro social.

Mais outra vantagem: a casa oferece ainda área de serviço, um clouset, forro de gesso, piso porcelanato 72X72 e cerca elétrica com concertina. Desse jeito, está garantido o seu bem estar e tranquilidade. Agora, o valor cabe também na economia que você fez pensando nesse ótimo negócio imperdível. Veja bem: o preço é para vender logo. Você vai pagar R$ 200 mil com taxas incluídas. Mais informações pelo telefone: (86)98807-6918 (WhatsApp). Os interessados podem tratar com Reginaldo Oliveira. Ligue já! 



MPPI vai promover audiência pública sobre consultas médicas na rede de saúde de Teresina

Os presentes à audiência poderão participar com manifestações orais e escritas

Imagem: Reprodução/MPPI

O Ministério Público do Piauí, por meio da 29ª Promotoria de Justiça de Teresina, com atribuição para defesa da saúde na capital, divulga edital sobre a realização de audiência pública virtual, para tratar da necessidade de aumento do número de consultas ofertadas pela rede municipal de saúde.

A audiência será realizada no próximo dia 03 de agosto às 10:00h, por videoconferência. As inscrições dos interessados em participar da audiência pública serão feitas via o e-mail: 29pjthe@mppi.mp.br, sendo necessária a informação do número de telefone habilitado com Whatsapp, para que seja enviado o link de acesso ao evento, no aplicativo TEAMS, até o limite de 100 (cem) vagas, por ordem de inscrição.

Para contribuir com as discussões estão sendo convidados os gestores de saúde, representantes de conselhos de classe, conselhos de saúde, profissionais da atenção básica, da rede hospitalar e a sociedade em geral.

Os presentes à audiência poderão participar com manifestações orais e escritas. No primeiro caso, as pessoas deverão cumprir o tempo de três minutos de fala.

As deliberações, opiniões, sugestões, críticas ou informações emitidas na audiência pública ou em decorrência desta terão caráter consultivo e não vinculante, destinando-se a subsidiar a atuação do Ministério Público e assegurar a participação da sociedade na formulação e condução de políticas públicas e ações administrativas para concretização do direito à saúde. (MPPI)

Ministério da Saúde anuncia estudo para avaliar 3ª dose em vacinados com Coronavac

Foto: Geraldo Magela/Agência Senado 

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, afirmou nesta quarta-feira (28) que a pasta encomendou um estudo para avaliar a necessidade de uma terceira dose em pessoas que receberam a vacina Coronavac.

Segundo o ministro, a pesquisa deve ser feita pela Universidade de Oxford, e envolverá testes com uma nova dose da Coronavac e das outras três vacinas aprovadas no país: AstraZeneca, Janssen e Pfizer.

O anúncio ocorreu em conversa com jornalistas na saída da pasta, ao lado de Sue Ann Clemens, de Oxford, que coordenará o estudo.

"É um estudo patrocinado pelo Ministério da Saúde, e vai avaliar um reforço em indivíduos que tomaram a primeira e segunda dose da Coronavac. Por quê? Porque para essa vacina ainda não temos uma publicação detalhada na literatura sobre [a duração de] sua efetividade, e todas as respostas precisam ser dadas por meio de ensaios clínicos", disse Queiroga.

De acordo com Clemens, a previsão é que o estudo seja iniciado nas próximas duas semanas e envolva até 1.500 voluntários, divididos entre aqueles de 18 a 59 anos e acima de 60 anos. Os testes devem ocorrer em duas cidades: São Paulo e Salvador. Até o momento, não há previsão da participação do Butantan nos testes.

"Estaremos vacinando pessoas que já tenham tomado duas doses da Coronavac e temos quatro grupos: um tomará o reforço com a Coronavac, outro com a da Pfizer, Janssen e AstraZeneca", disse Clemens.

A expectativa é que os resultados sejam divulgados até novembro. Com os resultados, afirma, a pasta deve avaliar a necessidade de uma nova rodada de vacinação - o que, segundo ela, poderia ocorrer ainda no fim deste ano.

Ainda de acordo com Clemens, o estudo já teve aprovação da Conep, comissão que avalia ética em pesquisa. Para ser realizado, no entanto, o estudo também precisa ter aprovação da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). A pasta ainda não informou se isso já ocorreu.

A eventual necessidade de reforço na vacinação tem sido discutida em outros países também. Um estudo conduzido por pesquisadores de dez departamentos da Universidade College London (UCL) e por clínicos dos hospitais Royal Free mostrou que os níveis de anticorpos contra o coronavírus após a vacinação completa com imunizantes da AstraZeneca e da Pfizer começam a cair três semanas após a segunda dose.

Segundo o Virus Watch, mais abrangente estudo de coorte sobre Covid-19 do Reino Unido, a redução se mantém até a décima semana, mas em graus diferentes de acordo com sexo, idade e condições clínicas. O trabalho acompanha no longo prazo mais de 40 mil participantes na Inglaterra e no País de Gales. (Folhapress)

Continua à venda imóvel comercial que fica apenas 200 metros da Ponte da Amizade; Valor negociável

Aproveite essa chance única e imperdível para fazer um bom negócio. Ligue e negocie agora mesmo! Ligue já! (86) 98807-6918.

Veja bem: você já imaginou comprar ou adquirir um imóvel estrategicamente bem localizado com finalidade comercial no centro de Timon, a 200 metros da Ponte Presidente José Sarney, a “Ponte da Amizade”, olhando para Teresina? Então, empresários (as) não deixe essa chance escapar de seu alcance ou interesse. O imóvel (terreno) dispõe de área privilegiada em torno de 165,55m2, com área construída de 254,64m2.


O mais interessante nesse sentido é que o imóvel está pronto para a instalação de escritório (construtora), consultório de clínica médica ou odontológica, lojas em diferentes atividades comerciais. Enfim, o imóvel oferece diversas opções em se tratando de negócios empresariais.

Tratar o valor do imóvel com Reginaldo Oliveira nesse contato disponível para mais informações: (86) 98807-6918 (WhatsApp). 



quarta-feira, 28 de julho de 2021

Câmara de Timon chega à sua sessão ordinária de número 2000

Foto: Reprodução/CMT 

A Câmara Municipal de Timon chegou na manhã desta quarta-feira à sua 2000ª sessão ordinária e o presidente da Casa, presidente Uilma Resende, utilizou a tribuna para destacar a importância do papel do poder legislativo para o município de Timon e ressaltar conquistas que a Câmara municipal ajudou a proporcionar para a população timonense.

“Chegamos hoje à sessão de número 2000, em um momento de pandemia, ainda com a ausência de público nas sessões de forma presencial, mas reforçando a transparência como valor essencial que cumprimos nesta Casa, em respeito à população. Parabenizo todos os parlamentares que hoje cumprem mandato nesta Casa, assim como todos aqueles que fizeram história passando por aqui e dando sua parcela de contribuição para nossa cidade”, pontuou o presidente.

Uilma Resende agradeceu à população a oportunidade de poder exercer o mandato de vereador de Timon por quatro mandatos e por três vezes ocupar o cargo de presidente do Poder Legislativo Municipal, reforçando que essa é uma missão que se renova e que a cada dia traz novos desafios.

“Tive a oportunidade, dada por Deus e pelo povo de minha cidade, de ter mandatos consecutivos de vereador e de presidente da Câmara, gostaria de dizer da satisfação que tenho de estar aqui, mas não é uma satisfação pessoal e sim de poder resolver problemas das comunidades de nossa cidade. Lembro que no meu primeiro mandato recebi moradores do bairro BEC 2 que viviam numa situação deplorável, bebendo água de cacimba, que nunca tinham tido o prazer de ver sair água da torneira de suas casas. E conseguimos solucionar aquele problema de 253 famílias através de nosso mandato como vereador”, lembrou.

O presidente reforçou que independente de ser oposição ou situação todos os parlamentares tem o dever de representar a população timonense e de trabalhar por ações positivas e para que os direitos garantidos pela constituição cheguem a todos os cidadãos timonenses. (Ascom/CMT)

Ministro diz que governo tem adotado medidas para garantir energia

"Não vai faltar energia", disse o ministro Bento Albuquerque

Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil 


O ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, voltou a afirmar hoje (28) que o país não corre risco de racionamento de energia ou de um apagão elétrico devido à grave crise hídrica. Segundo o ministro, desde o ano passado, quando se verificou uma redução no volume de chuvas, o governo tem monitorado a situação e adotado as medidas necessárias para garantir o suprimento de energia.

“Não vai faltar energia. Estamos adotando medidas desde o ano passado, quando observamos que as afluências nas principais bacias hidrográficas estavam muito baixas e depois quando terminou o período úmido em abril, verificamos que foi a pior crise com escassez hídrica da história do país, dos últimos 90, 100 anos. Mas isso não é motivo de preocupação para a sociedade”, disse hoje o ministro.

Bento Albuquerque disse que a pasta tem atuado em conjunto com outros atores, como governos estaduais, operadores do setor de energia e também o parlamento, para buscar saídas para a crise no setor. Segundo o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), o país passa pela “pior crise hidrológica desde 1930”. No final de junho, o governo editou uma Medida Provisória (MP) 1.055/21 para criar a Câmara de Regras Excepcionais para Gestão Hidroenergética, a Creg.

Entre as atribuições do grupo presidido por Albuquerque, está determinar alterações na vazão dos reservatórios das usinas hidrelétricas do país, envolvendo definições para limites de uso, armazenamento e vazão. Além do Ministério de Minas e Energia, participam da câmara os ministérios da Economia; da Infraestrutura; da Agricultura, Pecuária e Abastecimento; do Meio Ambiente; e do Desenvolvimento Regional.

Albuquerque disse ainda que entre as ações que estão sendo adotadas, está o uso de todas as fontes de energias disponíveis, como as termelétricas, que tem um custo de acionamento mais caro. Nesta quarta-feira, o ministro participou da reinauguração de uma dessas usinas, a Usina Termoelétrica (UTE) William Arjona, em Campo Grande (MS).

“Vamos despachar todos os recursos que temos dentro do nosso sistema instalado no país. Vamos esperar até o final do ano quando entra o período úmido e vamos utilizar nossa matriz que é muito diversificada”, disse.

Mais cedo, o ministro foi à cidade de Corumbá (MS), onde visitou ribeirinhos do Pantanal beneficiários do Programa Ilumina Pantanal, no âmbito do Programa Luz para Todos.

Na região, está sendo implementado um programa de geração de energia fotovoltaica, com armazenamento em baterias, o que possibilita a disponibilização da energia elétrica de forma ininterrupta.

“Eu pude ver, não só a eficácia desse programa em uma região como é o Pantanal matogrossense, mas também a inclusão social que o programa oferece para as pessoas atendidas pelo programa, levando dignidade, cidadania, mas também perspectivas novas em suas vidas”, afirmou o ministro.

Serão atendidas 2.090 famílias, com custo total de R$ 127 milhões, sendo R$ 73 milhões da Conta de Desenvolvimento Energético (CDE) e R$ 51 milhões da Energisa, companhia local de energia. (Agência Brasil)


terça-feira, 27 de julho de 2021

Reginaldo Miranda desponta como forte pré-candidato para conquistar à vaga do Quinto Constitucional do TJPI

Homem de ética de trabalho e ética humana, Miranda busca o apoio dos colegas advogados visando ser o mais votado

Foto: Reprodução

Com mais de 30 anos dedicados à prática da advocacia e um currículo impressionante, o respeitado advogado piauiense Reginaldo Miranda, está preparado para a disputa da vaga do Quinto Constitucional do Tribunal de Justiça do Piauí – TJPI. Homem de ética de trabalho e ética humana, Reginaldo Miranda começou atuando em causas possessórias e de família. Atualmente, presta assessoramento jurídico para diversas prefeituras, empresas privadas e sindicatos, assim como em causas previdenciárias.

A importância do quinto constitucional

Para Reginaldo Miranda, o quinto constitucional foi criado numa quadra decisiva da vida política brasileira, visando oxigenar a magistratura, levando para seus quadros nas instâncias superiores a participação de outros componentes do mundo jurídico, a visão daqueles que militam do outro lado do balcão sentindo de perto as agruras da lida forense. “Nesse sentido, proporciona que experiências distintas venham somar àquelas trazidas pela magistratura de carreira, assim enriquecendo o debate de ideias, a discussão de temas jurídicos e a análise do caso concreto nos julgamentos processuais”, explica ele em artigo publicado na Revista Direito Hoje.

Atendimento presencial da Justiça

Foto: Reprodução/Pauta Judicial 

Recentemente, o advogado Reginaldo Miranda esteve reunido com o presidente da OAB-PI, Celso Barros Neto. Na ocasião, eles discutiram sobre o retorno do atendimento presencial da Justiça. Evidentemente, com todas as cautelas e uso dos equipamentos de segurança, assim observando as normas sanitárias, a exemplo de máscaras e higienização com álcool gel, como vem sendo feito em diversos locais e é recomendado pelos órgãos de saúde. O advogado Reginaldo Miranda entende que o retorno desse atendimento presencial visa dar mais celeridade aos processos e, assim, proporcionando aos advogados despacharem diretamente com os magistrados, além de cobrarem nas secretarias judiciais o cumprimento dos despachos e sentenças.

Quem é Reginaldo Miranda

Reginaldo Miranda, advogado, com mais de 30 anos de efetiva atividade profissional, cofundador e ex-presidente da Associação de Advogados Previdenciaristas do Piauí (AAPP), membro do Tribunal de Ética e Disciplina da OAB-PI, pela segunda vez, ex-presidente da Academia Piauiense de Letras, em dois biênios. Autor de diversos livros de artigos. Possui curso de Preparação à Magistratura (ESMEPI) e de especialização em Direito Constitucional e em Direito Processual (UFPI-ESAPI). Pré-candidato à vaga do quinto constitucional do TJPI.

Ciro Nogueira aceita convite de Jair Bolsonaro para Casa Civil

Senador se reuniu com o presidente na manhã desta terça-feira (27/7) e o anúncio foi feito pelas redes sociais

Foto: Marcos Correa/PR

O senador Ciro Nogueira aceitou nesta terça-feira (27/7) o convite do presidente Jair Bolsonaro para a Casa Civil. O anúncio foi feito por meio das redes sociais, após reunião com o mandatário no Palácio do Planalto. A reunião deveria ter ocorrido ontem. No entanto, segundo a assessoria do parlamentar, o avião que transportava Nogueira do México para o Brasil teve um problema e ele desembarcou em Brasília apenas de noite. 

"Acabo de aceitar o honroso convite para assumir a chefia da Casa Civil, feito pelo presidente @jairbolsonaro. Peço a proteção de Deus para cumprir esse desafio da melhor forma que eu puder, com empenho e dedicação em busca do equilíbrio e dos avanços de que nosso país necessita", escreveu. 

A aproximação sacramentada com o Centrão com a vinda de Ciro é uma tentativa do presidente de estancar as crises pelas quais passa o governo. Se, na campanha eleitoral de 2018, o então candidato ao Planalto levantou a bandeira da rejeição à “velha política” e ao “toma lá, dá cá”, agora se rende às práticas que ele demonizou, por ser ameaçado por pedidos de impeachment, estar em queda na popularidade e enfrentar denúncias de corrupção dentro do Executivo.

Na segunda-feira (26), Bolsonaro minimizou os inquéritos que o senador Ciro Nogueira (PP-PI), anunciado como futuro chefe da Casa Civil, responde na Justiça. Nogueira é investigado em três inquéritos no Supremo Tribunal Federal (STF). Em dois deles, o Ministério Público Federal já ofereceu denúncia, o que ainda não foi aceito pela Corte. As investigações correm no âmbito da Lava-Jato, e ele é acusado de receber e pagar propina. 

Em entrevista à Rádio Arapuan, o chefe do Executivo relatou que, caso cortasse relação com deputados e senadores que respondem a inquéritos, "perderia metade do parlamento". Ele usou um exemplo pessoal para sustentar o argumento, relatando que também é réu no STF em um processo que responde por ofensas à deputada federal Maria do Rosário (PT-RS). “Então não deveria estar aqui também”, alegou.

"Se eu afastar do meu convívio parlamentares que são réus ou que têm inquéritos, eu perco quase metade do parlamento. Quem colocou o Ciro aqui? Eu? Eu sou réu no STF, sabia disso? Aquele caso da Maria do Rosário. Então não deveria estar aqui também. Acho que todos nós só somos culpados depois da sentença ser apresentada em julgado. Então se o Ciro ou qualquer outro ministro meu for julgado e condenado, obviamente se afasta do governo. Mas, no momento, é o que eu tenho para trabalhar em Brasília", declarou.

Bolsonaro disse também que, caso não obtenha o apoio do Centrão, não conseguirá aprovar uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que pretende enviar ao Congresso para reajuste do Bolsa Família. No último dia 23, em aceno ao próprio eleitorado, o presidente justificou que a aproximação com o bloco é necessária por conta da "governabilidade". Ele destacou ainda que é "obrigado" a formar a coalizão e que, "com apenas 150 deputados, não iria a lugar nenhum".

Articulação

Ainda segundo o presidente, o senador Ciro Nogueira (PP-PI) na Casa Civil poderá melhorar a articulação com o Congresso. “Os ministérios mais importantes continuam com critérios técnicos. Tem uma possibilidade agora do Ciro Nogueira assumir o ministério da Casa Civil. A Casa Civil não tem orçamento em suas mãos. Faz a articulação com o Parlamento. E nós entendemos que um político, no caso um senador, poderia fazer melhor essa articulação com o Parlamento. Por isso essa aproximação com o Ciro Nogueira, que é de um partido de Centro”.

Antes sob comando de Luiz Eduardo Ramos, a Casa Civil passará para as mãos de Ciro. Ramos seguirá para a Secretaria-Geral da Presidência e Onyx Lorenzoni comandará o novo Ministério do Ministério do Emprego e Previdência. O anúncio de uma pequena reforma ministerial foi feito pelo mandatário no último dia 21.

Na quinta-feira (22), Bolsonaro confirmou que Ciro havia aceitado o convite. "Está em recesso, chega em Brasília segunda-feira, converso com ele, acertamos os ponteiros, e a gente toca o barco. É uma pessoa que eu conheço há muito tempo", disse na data. (Ingrid Soares/Correio Brazilense)


Câmara concede o título de cidadania timonense ao secretário Murilo Andrade

Foto: Reprodução

O secretário de estado de Administração Penitenciária do Maranhão, Murilo Andrade de Oliveira, foi homenageado na tarde da última segunda-feira, 26, com o título de cidadania timonense, concedido pela Câmara Municipal de Timon e aprovado por unanimidade pelos 21 parlamentares da Casa. A homenagem foi proposta pelo presidente da Câmara, vereador Uilma Resende, que destacou o trabalho desenvolvido pelo secretário em relação às políticas de ressocialização de presos.

A sessão solene contou com a presença dos vereadores Uilma Resende, Juarez Morais, Kaká do Frigo Sá, Jorge Passos, Neto Peças, Drº Torquato, professora Vanda, Da Luz Sete Estrelas, Jair Mayner, Pedro Augusto PA, Irmão Francisco e Thiago Carvalho, além de representantes da polícia penal do estado do Maranhão, sub secretários da secretaria da Administração Penitenciária e dos deputados estaduais Rafael Leitoa e Socorro Waquim.

O secretário Murilo Andrade ressaltou que recebe o título de cidadania timonense com muita honra e que o trabalho desenvolvido à frente da secretaria de Administração Penitenciária é fruto de uma busca incansável, não só do governo, mas de toda uma equipe imbuída de uma ação que é transformar a vida das pessoas. “O sistema penitenciário não é mais um peso para a sociedade, conseguimos fazer com que este seja um ambiente em que é possível trazer prosperidade para os municípios. A nossa ideia é nesse sentido, que as pessoas que estão privadas de liberdade tragam retorno para sociedade e estamos trabalhando isso no sentido da mobilidade urbana, fazendo fardamento escolar, móveis para os órgãos públicos, carteiras escolares, mostrando que o cidadão que está preso, errou, mas está pagando, aprendendo uma profissão e dando retorno para a sociedade”, pontuou.

A deputada estadual Socorro Waquim parabenizou ao trabalho desenvolvido pelo secretário Murilo Andrade e por toda a sua equipe no cuidado às pessoas e ao proporcionar novas oportunidades. “Eu falava pra ele mais cedo ‘Drº Murilo pra mim você representa o pensamento do estado que não gasta, mas investe’. Quando o estado se posiciona para fazer investimentos ele vê os resultados daquele trabalho realizado e hoje todos os vereadores que aqui se pronunciaram relataram e o Brasil inteiro vê que hoje o sistema prisional do Maranhão mudou e para melhor, fazendo com que os apenados pudessem ocupar um espaço social e serem cidadãos do mundo, o que é uma mudança muito significativa que só pode ser feita por conta de toda essa sensibilidade de sua equipe”.

O deputado estadual Rafael Leitoa parabenizou a iniciativa do presidente Uilma Resende na propositura da homenagem ao secretário Murilo Andrade e afirmou que essa homenagem é também para toda a equipe que forma o sistema penitenciário do Maranhão pelo excelente trabalho desenvolvido no Estado.

“O título hoje concedido ao secretário Murilo é também uma homenagem a todos os servidores, colaboradores, enfim a toda equipe que faz o sistema penitenciário do Maranhão um sistema de excelência. Nosso sistema é um sistema de ressocialização e fico feliz em ver que tudo o que a Constituição Federal determina o governo do Maranhão está fazendo, também com a nossa contribuição. E é muito bom estar mais uma vez aqui na Casa e discutirmos a pavimentação das ruas, inclusive com projetos como o Rua Digna e o Trabalho Digno, desenvolvidos pelo sistema penitenciário”.

Já o presidente da Câmara Municipal de Timon, Uilma Resende, ressaltou que além da competência técnica o secretário Murilo tem a vocação de cuidar das pessoas, por isso o sistema penitenciário do Estado está colhendo resultados tão positivos. “O governador Flavio Dino tinha muita boa intenção em melhorar o sistema penitenciário quando nomeou o secretário Murilo Andrade e ele foi muito feliz, pois além da capacidade técnica o senhor tem muita boa vontade. E a prova disso são projetos como o Rua Digna. Que quando soube do lançamento procurei o deputado Rafael para conhecermos e para buscar trazermos para nosso município. Hoje temos 7 bairros e 17 ruas comtempladas com o Rua Digna, que parece pouco, mas estamos dando a oportunidade e dignidade para aqueles que estão apenados e para aqueles que moram em ruas sem pavimentação, carentes, por isso a importância desse projeto, pelo seu alcance social". (Ascom/CMT) 



Projeto "Parada Segura" garante mais segurança para mulheres no transporte público de Timon

Vereador Irmão Francisco apresenta projeto de lei que garante mais segurança às mulheres timonenses

Vereador Irmão Francisco (Republicanos)

As mulheres timonenses que fazem uso do transporte público municipal passarão a ter o direito garantido de desembarcar dos veículos coletivos no lugar em que se sintam seguras, sem desvios e dentro do itinerário previsto da rota.

Quem propõe o projeto "Parada Segura" é o vereador timonense Irmão Francisco, que explica que todas as mulheres, de qualquer idade, terão o direito, a partir das 21 horas, de indicar ao motorista o local em que desejam fazer o desembarque do transporte coletivo, mesmo que esse ponto fique fora do ponto de ônibus estabelecido.

O parlamentar explica que dessa forma a passageira pode optar pelo desembarque em pontos de melhor iluminação ou em pontos mais próximos de seu destino, evitando deslocamentos mais longos ou em locais que possam representar perigo de assaltos ou outro tipo de violência.

Além do projeto "Parada Segura", Irmão Francisco apresentou também projeto para que a prefeitura de Timon fixe placas informativas nas paradas de ônibus do município contendo os horários de saída e itinerário dos ônibus. Além dos horários e itinerário, as placas devem informar o número das linhas, o tempo médio das rotas e o número de telefone para denúncias ao órgão fiscalizador de trânsito do município.

Ambos os projetos do parlamentar tramitam na Câmara Municipal de Timon e devem ser colocados para votação já na próxima sessão plenária, na quarta-feira, dia 28 de julho. Irmão Francisco ressalta a importância para a população de ter conhecimento dessas informações sobre o transporte público. "Munido dessas informações o usuário do transporte saberá o tempo que vai gastar em cada deslocamento e também a hora em que deve estar no ponto de ônibus para pegar seu transporte. Dessa forma poderá se planejar melhor". (Com informações do Blog do Eduardo Rego)

Quem é Ciro Nogueira, próximo ministro a chefiar a Casa Civil

Escolhido por Bolsonaro, senador do PP substitui Luiz Eduardo Ramos

Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado

Senador, presidente do Progressistas e um dos alvos da Lava Jato, Ciro Nogueira (PI) tomará posse nos próximos dias como ministro-chefe da Casa Civil, ampliando a influência do chamado Centrão no governo Jair Bolsonaro (sem partido). O congressista - que em 2017 declarou apoio a Lula e ao PT nas eleições - foi escolhido pelo presidente para chefiar uma das pastas mais importantes no Planalto.

Nogueira substituirá o general Luiz Eduardo Ramos, deslocado para a Secretaria de Governo, hoje comandada por Onyx Lorenzoni. A decisão coloca o senador na função de garantir maior articulação com o Congresso, principal foco de interesse de Bolsonaro devido às pressões da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Covid no Senado.

Embora integre oficialmente o governo e seja, hoje, um dos senadores mais fiéis ao Planalto, Nogueira chamou Bolsonaro de “fascista” em 2017 durante entrevista à TV Meio Norte. Também teceu elogios a Lula.

“Não me vejo numa eleição votando contra o Lula. Por tudo o que ele fez. Tirou a miséria desse povo, foi decisivo no combate à fome, os programas que ele fez, o maior programa habitacional do mundo”, disse, na ocasião.

Aos 52 anos, Ciro Nogueira está em seu 2º mandato como senador. Antes, foi deputado federal por 4 termos consecutivos - apoiando os governos petistas e de Michel Temer (MDB).

Já o PP, partido presidido pelo futuro ministro, é um dos maiores do Centrão -grupo político sem coloração ideológica clara, que apoiou diversos governos desde a redemocratização.

Nogueira votou, inclusive, pelo impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff. O PP inicialmente se manteve fiel à petista, mas passou a integrar o grupo favorável ao afastamento da presidente em abril de 2016. Na ocasião, o senador disse que o governo Dilma “perdeu sua capacidade de sustentação”.

LAVA JATO

A “mudança de chave” no posicionamento do PP é um dos casos que ainda miram Nogueira na Lava Jato. Um inquérito aberto em 2018 apura suposto recebimento de propinas pelo senador pagas pelo Grupo J&F. Em contrapartida, a legenda desembarcaria do governo Dilma durante o processo de impeachment. A investigação está em fase final.

E essa não é a única pendência de Nogueira no STF: há 2 denúncias da PGR (Procuradoria-Geral da República) pendentes contra ele na Corte, como mostrou o Poder360. A primeira acusa o senador de receber R$ 7,3 milhões da Odebrecht em troca de apoio político a causas de interesse da construtora. A outra impõe ao congressista o crime de obstrução de Justiça, ao tentar pagar o silêncio de uma testemunha.

A defesa de Ciro Nogueira nega as acusações e diz que o congressista foi colocado sob investigação “num momento no qual havia, claramente, uma tendência de criminalização da política“.

“No inquérito 4407, que investigou supostos pagamentos pela Odebrecht, o que existe é apenas a versão dos delatores, que não se sustenta em nenhum outro elemento de corroboração. E que hoje já estão desmoralizados. O mesmo ocorre em relação ao inquérito 4736, que investiga fatos decorrentes tão somente da colaboração da JBS“, afirmou o criminalista Antônio Carlos de Almeida Castro, o Kakay.

“Já o inquérito 4720, após o Ministro Edson Fachin receber a denúncia, pediu vistas o Ministro Gilmar. A defesa confia na rejeição pelo colegiado, tendo em vista que tal investigação originou-se do INQ 4631, arquivado em relação ao Senador Ciro Nogueira”, concluiu o advogado.

Ciro Nogueira obteve vitórias recentes no STF contra a Lava Jato. Em março, o ministro Edson Fachin, relator da operação no tribunal, determinou o arquivamento de inquérito que apurava suposto repasse de R$ 1,5 milhão em propinas da construtora Queiroz Galvão a congressistas do PP. Ciro era um dos investigados. A PGR indicou falta de provas.

Em 2018, a 2ª Turma do STF rejeitou denúncia contra o senador, acusado de pedir e receber propinas da UTC Engenharia. Apenas Fachin votou para colocar o congressista no banco dos réus. Ricardo Lewandowski, Gilmar Mendes e Dias Toffoli votaram para rejeitar a denúncia. (Poder360)


Câmara de Timon realiza audiência pública para discutir a LDO 2022

Na manhã desta terça-feira, 27, a Câmara Municipal de Timon realizará audiência pública para discutir a Lei de Diretrizes Orçamentárias 2022. A Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) é elaborada anualmente e tem como objetivo as prioridades do governo para o próximo ano. É por meio da LDO que se orienta a Lei Orçamentária Anual (LOA), baseando-se no que foi estabelecido pelo Plano Plurianual.

A audiência pública para a discussão da LDO - 2022, será realizada no plenário da Câmara Municipal de Timon, a partir das 09h, e terá transmissão ao vivo por meio das redes sociais. (Ascom/CMT)

quinta-feira, 22 de julho de 2021

Teresina terá drive thru de primeira dose para a população de 40 e 41 anos amanhã (23)

Um total de 11 pontos estarão disponíveis para este público, entre as 9h e as 17h

Foto: Reprodução/FMS

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) realiza amanhã (23) mais um dia de drive thru contra a covid-19. Desta vez será contemplada a população em geral de 40 e 41 anos de idade que ainda não tomaram a primeira dose da vacina contra a doença. Um total de 11 pontos estarão disponíveis para este público, entre as 9h e as 17h.

Para evitar aglomeração e congestionamento, a logística será a mesma adotada nos dias anteriores: pela manhã (9h às 13h) serão priorizadas as mulheres. No turno da tarde (13h às 17h) o foco será nos homens. Os locais serão os seguintes:

– ADUFPI – Av. Universitária, 391 – Ininga

– Universidade Estadual do Piauí (UESPI), Campus Pirajá

– Centro Universitário Santo Agostinho – zona Sul

– Centro de Artes e Esportes Unificados Vieira Toranga (CEU – Norte) – Santa Maria da Codipi

– Teresina Shopping

– Terminal Parque Piauí

– Terminal Livramento

– Terminal Zoobotânico

– Terminal Itararé

– Terminal Buenos Aires

– Terminal Bela Vista

Emanuelle Dias, coordenadora da campanha de vacinação, informa que o imunizante utilizado será o do laboratório Astrazeneca. “No momento da vacinação, devem ser apresentados: documento de identificação com foto e data de nascimento, CPF ou Cartão Nacional do SUS, comprovante de endereço no município de Teresina e cartão de vacina (se tiver)”, diz a coordenadora. (Semcom)


quarta-feira, 21 de julho de 2021

Câmara de Timon aprova projeto de pagamento por desempenho aos profissionais do Programa de Saúde da Família

 

Foto: Reprodução

Foi votado e aprovado na manhã desta quarta-feira, 21 de julho, na Câmara Municipal de Timon, o projeto de lei Nº 058/2021, de autoria do poder executivo municipal que institui o incentivo de pagamento por desempenho do Programa Previne Brasil aos profissionais que atuam no Programa de Saúde da Família - PSF. Com o estabelecimento desse programa os profissionais passarão a ser remunerados também de acordo com a sua produtividade.

O presidente da Câmara de Timon, vereador Uilma Resende, pontuou que a categoria dos agentes comunitários de saúde procurou os parlamentares para que o projeto fosse aprovado da forma que foi enviado pela prefeitura de Timon, onde os recursos serão destinados numa porcentagem de 60% para a secretaria de saúde e 40% para os trabalhadores e de forma gradual esse percentual passará a ser de 50% para ambas as partes até setembro.

“Recebemos a categoria na Câmara e apesar de entendermos que os profissionais poderiam e deveriam receber uma porcentagem maior do que o que acabou ficando estabelecido no projeto final, houve entendimento entre a categoria e a prefeitura de Timon e coube a nós como parlamentares ouvir a categoria e aprovar o que ficou acordado. Reafirmo que enquanto vereador e presidente da Câmara de Timon estaremos sempre abertos ao diálogo e em busca que mediar toda e qualquer demanda da população timonense”, afirmou.

Além do projeto de lei Nº 058/2021, os parlamentares timonenses aprovaram ainda as seguintes pautas durante a 1998ª sessão ordinária da Câmara Municipal de Timon:

INDICAÇÃO Nº 172/2021 – Autor: Ver. Ivan do Saborear – Ementa: Indica ao Deputado Federal Pedro Lucas Fernandes/MA, que o mesmo envie os esforços necessários para assegurar recursos parlamentares destinados à aquisição de um equipamento de ressonância magnética. 

INDICAÇÃO Nº 190/2021 – Autor: Verª. Vanda Rodrigues – Ementa: indica ao poder executivo, através da Secretaria Municipal de Infraestrutura – Seinfra, a necessidade de que seja feito a ponte que liga os povoados fazenda Nova e Cão Açu, zona rural, neste município

INDICAÇÃO Nº 191/2021 – Autor: Verª. Vanda Rodrigues – Ementa: indica ao poder executivo, através da secretaria municipal de infraestrutura – Seinfra, a necessidade de que seja feito o calçamento da rua São Bento (Beco do Lagoa), bairro Formosa, neste município

PEDIDO DE PROVIDÊNCIAS Nº 202/2021 – Autor: Verª. Da Luz Sete Estrelas – Ementa: solicita providências ao Poder Executivo Municipal, através da secretaria municipal de obras e infraestrutura – Seinfra, no sentido que seja feita melhoria e pavimentação asfáltica da rua B com a rua 15, no bairro Parque Alvorada, neste município.

PEDIDO DE PROVIDÊNCIAS Nº 203/2021 – Autor: Verª. Da Luz Sete Estrelas – Ementa: solicita providências ao Poder Executivo Municipal, através da secretaria municipal de obras e infraestrutura – Seinfra, no sentido que seja feita melhoria e pavimentação asfáltica da rua 9, no bairro Parque Alvorada, neste município. (Ascom/CMT)

 

Vereadores de Timon participam de campanha de doação de sangue

Foto: Reprodução

A campanha de doação de sangue organizada pelo Hospital Regional Alarico Nunes Pacheco e pelo Centro de Hematologia e Hemoterapia do Maranhão (HEMOMAR), durante todo o dia de hoje, 21 de julho, contou com a colaboração de diversos parlamentares da Câmara Municipal de Timon, que se uniram para contribuir com a campanha que tem o intuito de salvar vidas.

Logo que foi encerrada a sessão na Câmara Muncipal de Timon, os vereadores Uilma Resende, Kaká do Frigo Sá, Neto Peças, Jorge Passos e Helber Guimarães se deslocaram até a Regional de Saúde do Estado do Maranhão em Timon, local onde está sendo realizada a campanha, para realizarem a doação de sangue.

A diretora geral do Hospital Alarico Nunes Pacheco, Ana Patrícia Bringel, informou que até o meio dia a campanha já havia coletado 50 bolsas de sangue, que serão utilizadas para diversos procedimentos, como o auxílio em cirurgias. Além disso, a diretora agradeceu alguns órgãos públicos que se uniram para participar da campanha. "Agradecemos o apoio dos vereadores que vieram participar, assim como os Guardas Municipais e o empenho do Hemomar, dos colaboradores do Hospital Regional Alarico Nunes Pacheco e da Regional de Timon".

O vereador Jorge Passos afirmou que doar sangue é um gesto que só resulta em gratidão. "Doar é um ato de amor, essa é uma forma de agradecermos a Deus pela nossa saúde e uma forma de poder ajudar outras pessoas no restabelecimento de sua saúde", pontuou. Já o vereador Kaká do Frigo Sá ressaltou que um gesto tão simples e rápido tem o poder de salvar muitas vidas e parabenizou aos organizadores da campanha. "Parabenizo a direção do Hospital Alarico Pacheco e o Hemomar pela campanha que tem conscientizado muitos timonenses para a importância da doação de sangue".

Presidente Uilma Resende comemora aprovação do REFIS na Câmara de Timon

Vereador Uilma Resende  Foto: Reprodução 

O presidente da Câmara Municipal de Timon, vereador Uilma Resende, publicou um vídeo em suas redes sociais para comemorar a aprovação pelo plenário do legislativo timonense do projeto do poder executivo que estabelece o programa de regularização fiscal (REFIS), para que os contribuintes timonenses que estão em débito com os tributos municipais possam obter condições facilitadas para a quitação de suas obrigações fiscais, inclusive com descontos e parcelamentos de juros e multas.

“O Refis é uma possibilidade para que empresários, comerciantes, profissionais liberais, enfim, todos os timonenses possam parcelar os juros e multas dos débitos que possuem em relação ao executivo. Podendo assim dar uma oportunidade de recuperação de suas empresas e, claro, a todos vocês quitarem as suas dívidas com o município, através de uma proposta nossa este projeto foi colocado de urgência especial em uma única votação e agora já estou autorizando e assinando o autógrafo que vai para o executivo sancionar esta lei, para que todos os timonense passem a estar possibilitados de quitar seus débitos com maior facilidade e ajudar à retomada da economia”, pontuou.

Uilma Resende destacou ainda a união de todos os parlamentares no sentido de trabalhar pelo desenvolvimento de Timon, independente de lado político. “Todos os parlamentares estão cientes do momento de dificuldade que o país está passando e da necessidade de trabalharmos juntos para que nosso município possa crescer e se desenvolver. Um projeto como este é importantíssimo pois comerciantes e empresários quando estão quites com seus tributos podem buscar financiamento para ampliar seus negócios e assim colaboram para o crescimento da economia. A Câmara sempre estará disposta a receber e discutir de forma séria projetos que busquem o melhor para nossa cidade”.

 

Prefeito Bruno Silva garante aquisição de duas novas viaturas para as polícias

Foto: Reprodução

O prefeito Bruno Silva, de Coelho Neto, esteve em São Luís, para receber do Governo do Estado 02 (duas) novas viaturas para as polícias Civil e Militar.

Em recente reunião com o secretário de Segurança Pública, Jefferson Portela, o prefeito tinha solicitado as viaturas para garantir reforço nas ações de segurança do município.

“Agradecemos aos nossos deputados Glalbert Cutrim, André Fufuca e senador Weverton Rocha. Fazer um agradecimento especial ao nosso governador Flávio Dino por essa parceria em favor do nosso município”, disse o prefeito Bruno Silva.

 

Coelho Neto: prefeitura garante participação em solenidade de entrega da Patrulha Maria da Penha

 

Foto: Reprodução

O governo municipal garantiu representação na solenidade de entrega da Patrulha Maria da Penha realizada pela Polícia Militar em Caxias.

A solenidade foi realizada no templo central da Igreja Assembleia de Deus e contou com a presença de diversas autoridades, dentre as quais do secretário de Segurança Pública, Jefferson Portela.

 O prefeito de Coelho Neto, Bruno Silva, foi representado pela secretária de Assistência Social, Sonia Maria, além da Coordenadora Técnica dos Direitos das Mulheres, Flaynie Rêgo. O Poder Legislativo foi representado pelo presidente Rafael Cruz e pela vereadora Ivonete Brito.

A Patrulha Maria da Penha de Caxias que será composta por 30 policiais (homens e mulheres), é a 6ª unidade em funcionamento no Estado. Os policiais que irão integrar a Patrulha Maria da Penha em Caxias, passaram por capacitação, antes da atuação em campo.

A Patrulha Maria da Penha tem o objetivo de atuar na fiscalização do cumprimento das medidas protetivas de urgência oriundas do Poder Judiciário, realizando um trabalho humanizado as mulheres em situação de vulnerabilidade.


terça-feira, 20 de julho de 2021

Lacen divulga resultado de análises sobre novas variantes do coronavírus no Piauí

O envio aconteceu por meio de Projeto de Estruturação da Rede Nacional de Sequenciamento Genético

Foto: Reprodução/Ascom/Sesapi

O Laboratório Central de Saúde Pública Dr. Costa Alvarenga (Lacen) realiza estudos constantes sobre as novas variantes do coronavírus no Piauí. No mês de março, o laboratório encaminhou amostras colhidas em pacientes suspeitos de terem sido contaminados ao Laboratório Central da Bahia para sequenciamento genético. O envio se deu por meio do Projeto de Estruturação da Rede Nacional de Sequenciamento Genético para a Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde que investiga mutações e diferentes linhagens do SARS-CoV-2 em circulação no Brasil.

No mês de julho, as análises de relatório de sequenciamento retornaram com os resultados e mostra que, do início da pandemia, em março de 2020, a outubro de 2020 prevaleceram no Piauí as linhagens B.1.1.28 e B.1.1.33, mais comuns em todo Brasil. Essa condição foi mudando a partir de novembro de 2020, com introdução de linhagens como a B.1.212 (um registro em São João do Piauí); N9 identificada em um paciente vindo de Brasília e três pacientes de Teresina, um de União e um de São João da Canabrava; P1 (chamada de variante gama) presente em vários municípios e a variante zeta (P2) encontrada em Teresina (um registro) e Beneditinos (um registro).

Segundo diretora do Lacen, Walterlene Carvalho, o sequenciamento mostra ainda que houve uma substituição de linhagens com predomínio total da variante gama (P1) que, de março a maio de 2021, prevaleceu como a única linhagem detectada no Piauí, até o momento. “Não foram identificadas nas análises atuais outras VOCs como a alfa (Reino Unido – B.1.1.17), beta (África do Sul – B.1.351) e delta (Índia – B.1.617.2)”, diz.

Segundo a diretora, o momento da pandemia ainda exige cautela. “Ao menos 97 casos de infecção pela variante delta, cepa mais transmissível do coronavírus, foram notificados no país, dos quais cinco resultaram em mortes. Os dados foram informados pelo Ministério da Saúde no domingo (18). Os registros foram feitos em sete estados, mas os óbitos foram no Paraná e no Maranhão. O Rio de Janeiro é o estado com mais casos (74). Na capital fluminense, o número saltou de sete, na sexta-feira (16), para 23 no sábado (17). O ministério informou ainda que há registros de um contaminado em Minas Gerais, dois em Goiás, três em São Paulo e dois em Pernambuco”, alerta Walterlene Carvalho.

Até o momento, no Piauí não registrou nenhum caso da variante delta, mas devido à proximidade com estados que já confirmaram a presença (Maranhão e Pernambuco), é necessária uma maior vigilância para evitar a entrada da variante. “O sequenciamento não é exame de diagnóstico. O protocolo deve continuar sendo cumprido. A necessidade de adoções da vacinação, o uso de máscaras, higienização das mãos e evitar aglomerações devem continuar sendo seguindo de forma rigorosa. Porém, é necessário sabermos quais as cepas circulam em nosso estado, para entender a situação da pandemia”, finaliza diretora do Lacen. (Sesapi)